31 maio 2012

Moment 10 - Vangelis "1492 Conquest of Paradise"

Bem verdade, quando a nossa vida sempre nos possibilita que existam duas opções. Dizem que para morrer basta estar vivo e que existem males que vêem por bem. Um resultado pode ser a confirmação que está tudo bem ou que temos que mudar a nossa vida naquele segundo. Basta um segundo para o nosso mundo cair, como se de um castelo de areia se tratasse. Tramado que um pensamento negativo, por vezes tenha mais força que um pensamento pensativo...
Quando recebi o resultado negativo, senti que uma "revolução" dentro de mim tinha que acontecer o mais rapidamente possível...
Quando saí do hospital com as análises na mão, dirige-me até ao Rio Tejo, precisava de repousar a minha ansiedade, afinal eu não do tipo que desiste fácil do que quer que seja. Mas, já me cansei de muitas coisas e uma delas é de conhecer gajos sem massa cinzenta...
Sentado junto ao rio, pensei em: mão dada em público, uma vez que o casamento já é permitido; um beijo inesperado; um abraço sem estarmos à espera; um telefonema à hora de almoço; um beijo na testa e outro mais abaixo; mensagem antes de adormecer... Ya! Gosto disto...
Lembrei-me de uma frase que já tinha ouvido, já faz muito tempo:
"Não tens de perder para dar valor; tens é de dar valor para não perderes..."

5 comentários:

Pedro disse...

Sem o peso que te atormentava podes agora pensar mais livremente.
Fazer as escolhas certas.

Sabes, Francisco, nem sempre conseguimos o que é melhor para nós.

Mas nem todos os que parecem estar felizes o estão.

Há dores difíceis de suportar...

Enquanto isso, gosto de te visitar e deixar um abraço

Arrakis disse...

Força aí com essa revolução porque são essas decisões que nos fazem avançar e encontrar o nosso caminho.

Abraço amigo.

Francisco disse...

Pedro e Arrakis

Obrigado pela força

Abraço x 2

João Roque disse...

Posso enganar-me mas estás bastante diferente de há uns tempos a esta parte, e para melhor!
Se foi por causa dos problemas de saúde que tiveste, não sei, mas se foi, é caso para dizer que há males que vêm por bem.

Francisco disse...

João Roque,

Acredita que por vezes temos que levar grandes sustos, para pararmos um pouco...

Abraço amigo