26 agosto 2016

Fleurette by Sérgio Tréfaut

"Será que realmente conhecemos a nossa família? Será que a queremos conhecer? Sérgio tenta compreender o passado de sua mãe, Fleurette, de 79 anos. Apesar da sua resistência, pouco a pouco, ao longo do filme, Fleurette vai revelando quase uma outra vida, onde o amor esteve intimamente relacionado com a política. Da França ocupada e da
Alemanha nazi até à ditadura brasileira e à Revolução dos Cravos."

De facto, o que nós conhecemos do outro?! Será que sabemos tudo?! Ou, serão sempre uma caixinha de surpresas?!

Será que tem uma relação, seja ela curta ou longa, sabe de facto com que dorme ou simplesmente partilha a cama?!

Dizem que a vida, aprendemos a conhecer as pessoas com quem nos relacionamos... Será que é assim mesmo como dizem?!

De facto, existem pessoas que se dizem peritas em tirar a "fotografia" do outro. Será que sabem mesmo quem tem à sua frente e muitas vezes ao seu lado?!

De facto, muitas vezes um pequeno sorriso, mostra o quanto se pode estar longe da realidade...

Criticar é fácil, calçar os sapatos dos outros pode ser apertado, fazer o caminho do outro, pode ser cansativo...

E, cada um de nós sabe as dores que sente e o que já viveu...

Partilhar pode ser benéfico e muito gratificante para quem ouve ou fica a conhecer mais um bocadinho...

"To Be Continued"

25 agosto 2016

Boa 5ª Feira

Os dias tem passado muito lentamente. O rapaz acorda cedo, sai cedo e volta tarde... Quando volta, muitas vezes nem liga a televisão ou o computador... Recebe algumas mensagens, mas que só vê na manhã seguinte... Deve andar esgotado de tanto trabalho... Pobre rapaz...

"To Be Continued..."







24 agosto 2016

Quando é que o Embaixador Iraquiano abandona Portugal?!

Sr. embaixador, com todo respeito que não nos merece

"Não vi ainda, como o resto do país, a totalidade da entrevista que os dois filhos do embaixador do Iraque, Haider e Ridha, deram à SIC e que passará hoje no Jornal da Noite. Mas uma coisa sei, dos excertos que foram para o ar: estes dois miúdos de 17 anos estão a gozar connosco. O que se calhar até se desculpa a miúdos de 17 anos, não fosse dar-se o caso de serem filhos de um embaixador e só poderem ter dado a entrevista porque o pai permitiu, a entrevista que o pai quis - o pai que colocou no site da embaixada um comunicado sobre os acontecimentos alegando que os filhos agiram em legítima defesa mas que se esconde atrás deles.

Leiamos o comunicado - com a ajuda do tradutor do Google, já que o embaixador achou por bem publicá-lo em árabe e apenas em árabe, o que só pode ser interpretado como um sinal de soberba e desprezo pelo país onde funciona. Não é um bom ponto de partida para a alegação de vitimização que faz, a de que os filhos começaram por ser agredidos e insultados por serem árabes e muçulmanos e de que agiram "em legítima defesa", tendo até sido apresentada queixa às autoridades (quando? Onde? Por quem?).

O comunicado prossegue dizendo que um dos filhos do embaixador estuda aviação civil, é um estudante "destacado" e que o carro em que os dois se deslocavam é dele, e não, como os media dizem, do corpo diplomático. Este ponto é interessante, já que os dois têm 17 anos, e em Portugal para conduzir um automóvel é preciso ter no mínimo 18 - a não ser que se aplique uma regra diferente a estrangeiros. A seguir, o comunicado ameaça: serão tomadas medidas caso o que é publicado nos media portugueses contradiga a realidade. E termina dizendo que os rapazes regressaram ao local onde tinham sido agredidos - "um pequeno restaurante" (outros relatos falam de "bar" ou "discoteca") - porque perceberam que tinham perdido as chaves de casa e reencontraram um dos agressores, que os cobriu de insultos e tentou fazer chantagem (esta parte pode ser má tradução) e bateu num deles. A seguir, o comunicado fica lacónico: "Os filhos do embaixador reagiram e a seguir foram à esquadra comunicar o incidente." E pronto, acaba. Não existe uma palavra sobre o estado do jovem hospitalizado, que à data da comunicação era ainda considerado em perigo de vida, quanto mais um lamento ou pedido de desculpas. Diplomacia zero.

Entendamo-nos: o embaixador Saad Mohammed Ali demonstra neste comunicado não ter qualquer noção das suas obrigações e responsabilidades, comportando-se como um qualquer pai galinha e claramente contando com a imunidade diplomática para que os filhos e ele próprio, como responsável por eles, não sejam chamados à responsabilidade. E sendo o pai assim não admira a atitude surreal dos filhos na entrevista. Um deles admite que pontapeou Rúben quando este estava no chão, como se fosse uma coisa normal e não um crime - que, no caso de se tratar de ofensa grave à integridade física, implica uma pena até 10 anos de prisão (a que pode somar-se a omissão de auxílio, outro crime previsto no Código Penal, prisão até dois anos). E o outro chega mesmo ao ponto de afirmar que ele e o irmão, tanto como Rúben, são "vítimas das circunstâncias"; que coisas como estas "sucedem todos os dias em Portugal", em contextos "com jovens e álcool" (uma menção interessante, tratando-se, aparentemente, de muçulmanos) e que "os media estão a exagerar".

Mas o melhor de tudo na entrevista é mesmo dizerem, magnânimos, que não querem beneficiar de imunidade diplomática. Como se esta não fosse a única coisa que justifica que se possam dar ao luxo de dar uma entrevista à TV falando do caso e admitindo descontraidamente o cometimento de crimes, em vez de estarem a ser interrogados pela polícia. Quaisquer outros jovens no lugar deles estariam calados, por conselho jurídico, para não dizerem nada que os incriminasse. Eles não estão nada ralados com isso, nem o papá, o embaixador. É bom que alguém lhes faça saber que isto não é o faroeste."

Fernanda Câncio

Alexandre Pires & Alcione "Depois do Prazer"

Mais uma desilusão, mais uma vez que a mochila é atirada para o canto da sala, o mesmo olhar de tristeza enquanto apaga o nome e número na agenda do telemóvel... Mais uma expectativa que saiu errada... Terá ido depressa demais?!... Não sei...

Vai à cozinha e aparece com um peça de fruta (para uns é uma maçã, para outros é um pêro)... Enquanto morde e vai mastigando, senta-se em frente ao computador... Entra numa página de homens.. Jasus!! Tantos... Nunca houve época de tanta fartura e de tanta fome ao mesmo tempo... Quando a Oferta é muita, a procura dispersa-se por vários caminhos...

Tanto tempo que se perde à procura de pedras bonitas, que ninguém quis perder o devido tempo a lapidar o verdadeiro diamante...

Nem 20 minutos, e alguém toca à porta... Entra um jovem todo giro. Não deverá ter mais de 26 anos. Envolvem-se, despem-se, gemem e no final cada um se veste com poucas palavras. Depois de estares fodido, já ninguém te ajuda a vestir (poderia ser mais um dito gay no canto do menino dos olhos tristes).

Aliviado, vai buscar um iogurte ao frigorífico e volta à página dos homens...

Minutos depois aparece um segundo à porta... E, a história repete-se...

"To Be Continued..."

23 agosto 2016

Portugal candidato a país de 4º Mundo... Até o Burundi é mais Democrático que esta coisa chamada de Portugal

As últimas notícias em Portugal só podem provar isto mesmo:

- Ninguém apoiou os atletas para os Jogos Olímpicos e depois querem medalhas LOLOL É Discutível

- Um homem é apanhado a fazer fogos com o pneu furado no carro e a juíza solta-o lolol É Discutível

- Os filhos do Embaixador e o próprio Embaixador deveriam ter vergonha na Cara e pedirem no mínimo DESCULPAS. São inocentes com entrevista na SIC

lololol É Discutível







22 agosto 2016

Ainda não foram expulsos como Personas No Gratas?!

De Agressores a Inocentes. Portugal no seu Melhor...

Quando se tem um amigo Costa, é o que o está à vista...

Fugir?! Para quê?! Temos tudo, até amigos de Religião

Só falta saber quanto irá pagar Portugal a estas duas criaturas de Indemnização e depois é verem eles a Debocharem deste Pais que não vale um caracol

Crime Público Versus Cultura

O moço deu em casa um lanche para vários amigos e amigas. Depressa se arrependeu de ter opinado acerca dos Migrantes e da Cathy com o crime público naquele programa da SIC "Se fosse contigo/consigo...

As pessoas atacam a Igreja de há 500 anos atrás, onde aos dias de hoje... Qualquer um de nós, independentemente do seu Credo ou Estrato Social, podem entrar, sentarem-se e rezarem, se assim entenderem... Podem ate filmar ou tirar fotografias...

Nos dias de hoje, defendem o Islão como a religião dos coitadinhos, da migração como a emigração dos tugas nos anos 60 e 70. Naquela altura não davam casas nem subsídios... Criticam os gastos do Poder Político e aceitam de animo leve a construção de mais uma mesquita em Lisboa por 3 Milhões lolololololololol Os pobres precisam de rezar, mas atacam o Paulo Porta pela compra dos submarinos e que ficou com um milhão... Amigo Paulo Portas, não sabes mesmo roubar com este povo que vive neste país... Cada dia que passa, envergonho-me de ser Português... Posso mudar a Nacionalidade mas não posso mentir para mim, onde nasci... Vergonha Mesmo deste Povo...

Como é que as pessoas podem defender uma Religião que Oprime as Mulheres e os Gays de unhas e dentes?!

Vá digam que eles não são todos iguais... Mais dois filhos Iraquianos que lixaram a vida a uma tuga. O rapaz que está no hospital é vosso primo/ amigo/ conhecido ou familiar?!

Se não é, passem na mesquita mais próxima e deixem lá o vosso contributo. Se não tiverem dinheiro, sempre podem fazer um bolo ou um make-up apenas aos olhos :) Don´t froget...

De facto, quando se é mais pobre... Mais fundamentalista se é... Devem pensar que com mais tostões dados ou roubados se compra um pedaço do céu

Pobre é Burro... Dassssssssssssssssssssssssssss E, rico?! Jasusssssssssssssssssssssssssssssssss

O Rapaz fica roxo, quando ouve as amigas e as mulheres que estão na rua a gritarem que é Crime Público. Só porque estão dois jovens a discutir. zangarem-se e ambos a gritarem para toda a rua ouvir, e aceitam que as mulheres muçulmanas na mesma rua não possam opinar, ter direito à sua opinião publicamente e pior ainda que tem de andar todas tapadas com burkas. Amadora há muito que deixou de ser África devido aos africanos. Agora não faltam mulheres tapadas... Há dias que ao pé do metro, que aquela zona parece a uma praça pública do Estado islâmico. Só falta o apedrejamento e lapidação assim como matarem gays com uma corda ao pescoço...
A melhor Benção que um Ser Humano pode receber de um Outro Ser Vivo que apenas o quer ver feliz...
"To BE Continued..."