18 dezembro 2017

"Once upon a time..." - Episódio 260

Moisés entra nos balneários, começa a despir-se para ir tomar banho. O treino tinha sido intenso, e estava todo suado e cansado. O Bichedo fazia fila entre si, para ficar a ver aquele corpo a tomar banho. Alguns esperaram por ele sair do banho, de modo a conseguir ver se o moço era abonado.
Sebastião disfarçava discretamente, enquanto Rodrigo tomava banho, ele tinha escolhido um local estratégico de forma a poder ver Rodrigo e Moisés. Miguel topara-o, e resolvera ligar mais tarde a Francisco para contar aquele dia. Miguel e Francisco fizeram as pazes e voltaram à sua parceria novamente
Francisco deitado na cama ria-se com o que Miguel lhe contava. Pensou para si:
"Aquele cabrão trocou o certo pelo duvidoso... Irá perder o sorriso e irá ganhar o choro..."
Será uma questão de tempo...

17 dezembro 2017

"Once upon a time..." - Episódio 259

Ontem Francisco esteve presente em mais um jantar de amigos. O seu amigo Mark convidara-o aqui
Uma noite excelente num restaurante muito giro. Convivas muito bem dispostos e divertidos... Francisco adorou tudo... Chegou a casa às três da manhã...

"Once upon a time..." - Episódio 258 Merci Luxemburgo


Pedro: - E, tiverem de ser os emigrantes no Luxemburgo a dar ajuda a Portugal. Uma vez que os Tugas ajudam os migrantes que chegam todos com telemóveis de topo gama.. Saudades das melodias do Luxemburgo na Eurovisão

Merci Luxemburgo 

"Once upon a time..." - Episódio 257 PS Vergonho

Frederico: - Esta Esquerda Unida não vale nada. Porque não dei ouvidos ao Francisco?! Os milhões doados aos incêndios ainda estão "presos", no entanto Kosta vai inaugurar as casas que foram reconstruídas com dinheiros privados... Nunca este país foi tão chacota lá fora... Começo a defender a troca da Bandeira e do Hino Nacional ou que venha rapidamente o Estado Islâmico. Sempre são mais convictos no que dizem....

Miguel: - Pena a Jornalista da TVI não ir investigar as tantas perturbações no Metro de Lisboa. Deve lá haver com cada roubalheira. O Pessoal paga bilhete e não anda

"Once upon a time..." - Episódio 256

O Kosta poderia ajudar com a informação nos países dos migrantes que ele tanto gosta e que matam lá gays

Otários, que nunca deveriam ter nascido e muito menos opinarem e governarem este país...
Porque será que as Pessoas que não acreditam em Jesus, celebram o Natal e gozam o Ferido de 25 de Dezembro?!

"Once upon a time..." - Episódio 255 Esquerda Unida

André: - A Cathy do BE votou, o Jerocas Votou, o Pan Votou, os Verdes votaram, o PS votou... Para quem?! Para Presidente da Assembleia da República?! Portugal deveria mudar o nome para Pedófilo ahahahahahahahahahahahahah
Miguel: E vocês votaram na Esquerda ahahahahahahahahahahahahahahahah. Francisco 2 pontos
Pedro: - Esta deve ter andado na mesma escola que o Socas

"Once upon a time..." - Episódio 254

Francisco fora convidado para uma visita de Simbologia no Cemitério dos Prazeres... Prazer de Sexo tem de muito pouco, apenas que aparecera uma figura de Nossa Senhora há muitos anos ali perto de uma fonte... Prazer significava Alegria naquela época... Enquanto decorria a visita guiada, tanto Ateu, Tanto Maçon e tanto Templário que vive neste país... São todos Iluminados, com as suas próprias opiniões. No fim vira tudo osso ou cinza... E, nenhum voltou para contar ou terminar a sua história...
Crianças em túmulos era sinal de Innocência; colunas partidas ou árvores quebradas significa mortes repentinas; Tochas invertidas tem o significado que a vida tinha chegado ao fim... A Planta "Era" é Vida Eterna, porque está sempre verde; Cães em sepulturas significa Lealdade ou Protecção ao falecido...
Colocar mulheres femininas em túmulos, lembram a época das carpideiras de antigamente que eram contratadas para chorarem nos velórios, para dizerem que aquelas pessoas eram muito importantes...
Jesus afirmou no seu tempo... "Mais depressa passa um camelo pelo buraco de uma agulha, do que um homem rico nos Reinos dos Céus...". De facto lembrarem-se apenas de Santa Bárbara quando faz Trovoada, tem muito que se diga... Um pouco nós olharmos, para aqueles que só nos procuram quando precisam...