21 março 2011

Sábado - Berlim "Take My Breath Away "

De manhã acordámos, descemos para tomar o pequeno-almoço. O dia ia ser longo. Comprámos uma excursão até Ouarzazate. Nesta excursão estava incluido:
- A viagem até ao Deserto, com um passeio a camelo, melhor de dromedário;
- Almoço no Oásis com direito a tomar banho numa cascata; e,
- Jantar no deserto com os Tuaregs(povo nómada do deserto).

A nossa primeira paragem foi como manda a tradição, parar obrigatório num posto de venda para ver souvenirs. Como eu sou um adepto de café, enquanto eu fui beber café, o Gonçalo foi ver "souvenirs". Quando voltámos para a carrinha da excursão, reparei que o Gonçalo trazia consigo algumas coisas embrulhadas e questionei-o:

Francisco: - Então! Negociaste bem?

Gonçalo: - N´am! No inicio eu disse: "La! La! Ghaleè bzef"
Tradução:" Sim! No inicio eu disse: Não! Não! Muito caro"

Francisco: - Agora é a minha vez de perguntar quem és tu?

Gonçalo: - Alguém que também sabe dizer umas coisitas "e pisca-me o olho".

O rapaz trouxe mais umas quantas peças de artesanato. O rapaz tem muito bom gosto.
A nossa viagem lá continuou, depois ao fim de mais uns quantos quilómetros, chegámos à entrada do deserto. Lá estava o pessoal já com os dromedários para irmos fazer um passeio pelo deserto. Antes de subirmos para cima dos animais, foi-nos entregue uma tunica e um lenço para colocarmos na cabeça. Só assim, poderiamos ser verdadeiros Tuaregs. Neste passeio, o Gonçalo apanhou o dromedário mais acelerado do grupo. Pois, só quando chegámos à ultima paragem, estivemos parados numa tenda para beber um chá de menta e tirar algumas fotografias.

Gonçalo: - Super porreiro andar de camelo...

Depois voltámos para trás, e seguimos viagem até ao Oásis para irmos tomar banho na cascata e almoçar.
O Gonçalo estava radiante, não resistiu, Agarrou-se a mim e atirou-me à água. Caimos dentro de água e aproveitámos que estávamos debaixo de água para tocarmos os lábios um no outro. Se alguém viu, não sabemos. O grupo era de 16 pessoas, e não houve nenhum comentário.
O almoço estava uma delicia, adoro couscous e o pão árabe! Que maravilha!

De tarde seguimos para o local, onde iriamos jantar. O jantar seria um jantar temático, ou seja, seria um jantar a imitar um casamento Toareg. Os turistas seriam os convidados. Muita luz, muito chá, muita festa, muita música(adoro música árabe). A noite começou a cair, e a lua começou a surgir no horizonte. Que espectaculo...
Eu e o Gonçalo fomos até uma duna mais afastada do local, sentámos-nos a olhar para a lua...

Gonçalo: - Fecha os olhos e diz-me onde te vês daqui a 10 anos?

Francisco(de olhos fechados): - Não sei! Sei que gostava de poder estar ao teu lado...

Sinto o Gonçalo a tocar-me na minha mão e sinto algo a percorrer o meu dedo...

Gonçalo: - Quando te conheci, eu disse-te que te ia prender...

O Gonçalo comprou as alianças, enquanto eu fui beber café...

6 comentários:

Speedy disse...

estou à espera do meu convite para aquilo que tu sabes. podes enviar por e-mail.

E não acredito que nem haja uma foto censurada que possas colocar aqui :(

Blog Liker disse...

Com a super-lua que estava, esse compromisso só pode ter ficado bem selado! :):) Mas não está tudo a ser muito rápido?! Desculpa o meu cepticismo...

Um abraço!

pinguim disse...

Eu também comprei as alianças na Tunísia, mas estava sozinho...
E não acho que esteja tudo a ser muito rápido; isso só depende da forma como ambos encaram a relação.

pedro a. disse...

aaawwww :)

Francisco disse...

Speedy, Blog Liker e Pinguim,
respondi no post de hoje

Abraço x 3

Pedro

Bem vindo a este meu canto.

Abraço

um coelho disse...

Horay, acertei que tinha sido o Gonçalo!!!