20 março 2011

Jantar - Amina Alaoui "Hija Mia"

O jantar foi na praça principal "Djemaa el Fna", um lugar mistico onde se pode ver de tudo um pouco. Encantadores de serpentes, vendedores de sumos, chás de menta. Uma mescla de cheiros e fumos, tudo num só mesmo local

O Gonçalo estava admirado com tudo aquilo à sua volta, depois de jantar, fomos dar uma volta pelos "Souks", na nossa lingua bancadas de praça mesmo...

Passámos numa "loja" de tapete, o Gonçalo adorou um tapete enorme, muito giro mesmo. Õ tapete é vermelho, a puxar para os tons de vinho tinto...

Vendedor: - Frances! Inglês! Alemão!

Francisco: - Portugueses e muito pobres...

Vendedor: - Luis Figo! Mário Soares! Bom Preço. 1500 euros ou 2 mil dollares...

Gonçalo: - 750!

Francisco: - Cala-te!

Vendedor: - Muito pouco. 1300 euros...

Francisco: - 400 euros!!!

Vendedor: - Quanto! Doidos! Diga um outro preço... O Seu irmão deu 750 euros.

Francisco: - E aquele espelho? Aponto para o espelho em questão...

Vendedor: - Espelho 600 euros... Foi buscar o espelho

Francisco: - Gonçalo. Oferecemos um terço ao preço pedido e não é metade... Ok

O Gonçalo chamou-me idiota e disse que não o gajo não aceitaria a nossa proposta. O dinheiro do tapete, estava dentro dos limites estabelecidos. Mais meia hora de conversa, ora o vendedor sobe e eu desço. O gonçalo ria-se agora, porque achava que eu não iria ter sucesso.

Francisco: - Última oferta! É pegar ou largar. Eu ofereço-lhe 500 euros, a minha t-shirt e duas canetas, mas quero: O tapete, o espelho, aqueles dois espelhos mais pequenos e aqueles dois pratos ali exposto.

O homem começa a falar árabe, vira-me as costa. Penso que o negócio não foi concretizado. Quando o vendedor diz:

Vendedor: - Quais são os pratos que quer?

Saimos da loja, o Gonçalo estava super contente. Para além de ter poupado 500 euros, ainda levou souvenirs.

"To Be continued"

4 comentários:

pinguim disse...

Conheço a experiência; quando estive na Tunísia...
Eu era tão radical nas contra propostas que chegavam os amigos a chamarem-me para regatear eu os preços, hehehe...

Francisco disse...

É verdade, eu gosto muito de países árabes. Eles também adoram regatear. Até hoje, só no Dubai é que não tive essa sorte. Até na Malásia, eles regateam. LOL

Também adorei a Tunisia, quando lá estive. Mais gira e mais barata que Marrocos. Só que a crise politica, não "ajuda" os turistas. Fica para outra vez :)

Abraço

Blog Liker disse...

Até conseguias melhor pelo tapete... Ok, também não estou a ver as dimensões. Mas aprecio muito o artesanato marroquino e tenho algumas peças no meu quarto.

um coelho disse...

Adoro quando eles começam a dizer coisas em árabe e viram as costas, como que se não estivessem interessados no negócio, e depois voltam atrás para aceitar. Não te ofereceram um chá de menta enquanto regateavam o preço?