22 setembro 2010

França - Eurovision 1977 - Marie Myriam "L'oiseau et l'enfant"

E, agora vamos até ao país que deve ter a maior comunidade portuguesa...

Aqui os emigrantes, que sairam analfabetos de Portugal, mas que em França ficaram ricos. Mas, que todos os anos voltam no mês de Agosto. As casas na santa terra, são de cores berrantes. Ao longe, percebe-se logo qual/quais as casas dos emigrantes.

Nos café, são aqueles que aparecem cheios de ouro, da cabeça aos pés. E, quem não os ouviu a falar frances, porque eles já não sabem falar o português.

Ou, quem não ouviu este mito urbano? Na praia, o pai atira o filho para dentro de água e começa a gritar para o filho: - Rien, Rien meu filho...

Eu tive frances no antigo 7ºano, até ao meu 12ºano. Na faculdade, também tive frances.

Ainda me lembro, dos meus professores de frances. Todos eles uns pretenciosos de primeira. Pois, França é que era bom. Os Famosos Champs Élysées. Sabiam que os campos Elisios, são da mitologia grega? Na realidade, é a avenida principal lá de Paris, onde ficam os cinemas, os cafés, as melhoras lojas. Ao fundo encontramos o Arco do Triunfo.

Óh que desilusão! Vai um gajo para tão longe, e aqui tão perto com a Avenida da Liberdade. E, o arco do Triunfo é como o Arco da nossa Praça de Espanha...

Não sei quem copiou quem. Mas, aho que fomos nós os Cábulas...

Sim, adorei o cruzeiro que fiz à noite pelo rio Sena, com a Torre Eiffel toda iluminada e do lado oposto a Igreja de Nottre-Dame(Igreja de Nossa Senhora).
Gostei muito de Paris e do Museu do Louvre.

Quem não viu os filmes do "Dartagan e os 3 mosqueteiros?" e "O homem da máscara de ferro?"

Pois, quando eu fui ao Palácio de Versalhes, igual ao Palácio de Queluz. Somos uns macaquinhos de imitação. Não podemos ver nada. Porra...

Quanto à prisão da Bastilha, só mesmo as marcas no chão. Depois da Revolução Francesa, a Bastilha foi deitada abaixo e com as pedras, foi feita uma ponte. E, claro que tive que ir até essa ponte, para tocar nas pedras. LOL

Nota: Ao lêr este blog, deve pensar que eu sou um pretencioso do caneco. Que detesto emigrantes, que detesto Portugal...

Na realidade, tenho/temos que agradecer a todos os emigrantes. Pois, foi graças às divisas enviadas por todos eles, é que nasceram os Bancos em Portugal...

Já dizia Platão que temos de sair da gruta, para conhecer o Mundo e assim podê-lo melhorar...

2 comentários:

Luís V disse...

Qualquer Arco do Triunfo que há na Europa Ocidental tem inspiração romana ou até foi mesmo construído pelo Império Romano.
O Arco que está na Praça de Espanha em Lisboa fazia parte do Aqueduto das Águas Livres. É o Arco de S. Bento. Ficava no final da Rua de S. Bento, mesmo ao lado da Assembleia da República e em frente da Fundação Mário Soares. A construção do Aqueduto das Águas Livres ficou terminada em 1748.
O Arco do Triunfo de Paris foi mandado construir por Napoleão em 1806 e inaugurado em 1836.
Lisboa também tem um Arco do Triunfo, o do início da Rua Augusta. Foi mandado construir em 1775, após o Terramoto de 1755, aquando da reconstrução da Baixa. Foi mandado demolir em 1777. Em 1873 começa a sua reconstrução, ficando concluído em 1875.
Resumindo, todos imitaram os Romanos.

Francisco disse...

Luis V

Obrigado pelo comentário

abraço amigo