23 setembro 2010

Filândia - Eurovision 1994 CatCat "Bye Bye Baby"

A Filândia é o país mais recente na Europa(desde 1917), até então, ora pretencia à Suécia, ora à URSS...

Deixei a Filândia para último. Porque, quando eu regressei deste país. A sensação que tinha dentro de mim, é que voltava para Portugal, mas era como se eu estivesse a caminho da Costa do Marfim, do Burundi, ou um outro país de terceiro mundo mesmo...

Ainda me lembro, quando cheguei à empresa onde trabalhava na altura. Um colega meu que é casado com uma holandesa, ele me ter perguntado:

Daniel: - Então! Qual foi a sensação de teres voltado?

Francisco: - Nem queiras saber, parece que acabo de chegar a um país de terceiro mundo...

Daniel: - Entendo-te na perfeição...

A Filândia é conhecida pelo país dos mil lagos. A Suécia, como o país das mil ilhas. E, Portugal?

Em todas as capitais, os espaços verdes estão por todo o lado. Em Lisboa, temos os jardins do Campo Grande e Monsanto, mas aqui, se te perdes... Estás fodido...

Adorei Rovaniemi. Esta vila(cidade), fica muito perto do Circulo Polar Ártico e da Terra do Pai Natal...

Afinal, o senhor de barbas, que entrega os presentes às crianças bem comportadas, sempre existe. Este senhor vive na Lapónia Filandesa . Só que este senhor tem roupa verde e barbas brancas.

Quando todos afirmam que o Pai Natal, foi inventado pela marca da Coca-Cola. Tretas, meus amigos. A Coca-Cola, só alterou as cores. De verde e castanho para vermelho e branco.

Fiz uma excursão até ao Circulo Polar Ártico, onde pude observar o sol no horizonte por 24 horas. Fomos numa excursão, onde primeiro fariamos uma pescaria de salmão, para depois o irmos assar e ouvir a famosa história dos 4 ventos...

Até chegarmos ao dito local, encontrámos por diversas vezes alces. Ursos não vi. Mas, também não preciso de ir até à Filândia para os ver. Vejo-os todos os dias no trânsito entre o Saldanha e o Campo Pequeno...

Não houve pescaria, pois o salmão já se encontrava embalado, dentro da mochila, da guia. Uma pessoa super sorridente. Com o sol, todos perdemos a noção do tempo. Estava um sol das 14h de um dia de Verão, mas na realidade eram 23h30m(Sim, não me enganei nos números).

Cada participante, apresentou-se e falou um pouco do seu país. A guia disse que os filandeses são os mais pobres da Escandinávia(Suécia; Noruega e Dinamarca) e explicou o porquê. Apesar de ser considerado o país mais seguro do Mundo, e onde os ministros vão para o trabalho de autocarro.

A lingua filandesa, nada tem a ver com o sueco ou o russo. Afirmam, que a lingua veio da Letónia e de outro país da Europa Central(Eslóvaquia). Mas, que não existe nada registado como a lingua chegou até à Filândia.

Bruxo(escreve-se como em português e significa "Feiticeiro" em filandês. O português está em todo o lado...

Helsinquia:

É uma capital com os edificios super limpos(claro, com a neve. A água lava tudo...).
Existem montes de pessoas nas esplandas, outras tantas a fazerem joging ou simplesmente a passearem junto aos lagos...

Um povo muito civilizado...

1 comentário:

Hórus disse...

Olá Francisco!

Comecei a ler o teu blog hoje e embora a minha ideia fosse começar comentar apenas depois de ler todos os posts, achei por bem avisar-te que neste post tens um erro: escreve-se Finlândia e não Filândia.

Espero que não me leves a mal.

Parabéns pelo teu blog, estou a gostar muito! ^^

Abraço