22 outubro 2012

Bons - Agata "Comunhao de Bens"

Por muito Boa Vontade que haja em não deixar cair a UE. Lá se foi mais um sonho de tão bons homens que passaram a amargura da Segunda Guerra Mundial...

Aquilo que deveria ser recordado e preservado como a União de países para não sucumbirem a uma outra potência. Foi chão que deu uvas...

Não foi pela Guerra, foi pelo Poder Económico. Acredito que tenha sido mais uma manobra dos EUA de deitar o "Euro" a baixo, uma vez que que eles querem continuar a ser os Polícias e Donos do Mundo. Pela Europa, como cada um continuou a olhar para a sua quintinha de alfaces e de tomates...

Vamos todos jogar FarmVille2 e ver quanto tempo mais, dura a UE. Alguém quer mandar uma data?! A Europa não quer que a Grécia saia, mas é uma questão de tempo...

Sim! A Alemanha e a França são maiores que nós e depois?! Eles são honesto ou a sua grande maioria. Em Portugal, falamos mal, temos a mania que somos chicos espertos e que Nossa Senhora de Fátima olha sempre por nós...

Quero acreditar que sim. Qualquer dia comemos Fé com batatas e arroz. E, levantamos-nos e deitamos-nos com um Pai Nosso para enganar a barriguita cheia de fome e de misérias...

A Bélgica e a Irlanda não são mais pequenas que Portugal?! Então!!!
A Suécia que é maior que Portugal, mas tem muito menos população. Quando houve o Tsunami na Tailândia e que morreram alguns suecos. A Suécia ficou em pânico, porque a sua população tinha diminuído...
A Dinamarca que é um país super pequeno e é considerado o "Celeiro da Europa". Nos meus tempos de escola. O Alentejo foi considerado o "Celeiro de Portugal"...

Creio que o Alentejo seja maior que a Dinamarca...

A Holanda que é um País que foi construído por ter roubado terra ao mar...
O Luxemburgo que é o país mais pequeno da UE e que tem o ordenado mínimo maior dentro da UE. Como é Possível???!!! E, onde a maioria são portugueses lolol

15 comentários:

João Roque disse...

É preciso não esquecer que a ideia que presidiu à fundação do então chamado Mercado Comum, entre 6 países (Benelux, França, Itália e Alemanha) era apenas económica, para possibilitar a troca de produtos entre esses países.
A politização desse organismo apenas decorreu mais tarde e já depois de sucessivos alargamentos.
É muito difícil congregar políticas de estados soberanos, principalmente quando têm graus de desenvolvimento muito diferentes e para mim se sempre acreditei nas virtudes de uma uma unificação económica, sempre fui muito céptico a uma união política.
E quando se sentiu a necessidade de integrar o conceito de moeda única para fortalecer a união económica, o aparecimento do euro, começaram as reais dificuldades, desde logo com a recusa de vários países em aderir ao euro, com o exemplo mais forte a vir do Reino Unido.
Claro que o euro é um concorrente directo ao poderio até então intocável do dólar e não discordo que quem está por detrás de toda esta crise serão os grandes grupos económicos e os grandes bancos americanos.
Já não estou tão certo de que a UE poderá deixar sair a Grécia do "euro", pois isso seria um rombo sem possibilidades de reparação para a moeda única; e os governantes gregos sabem disso e assim se mantêm numa posição perigosa mas, quanto a eles, a jogarem no factor tempo e também em futuros resultados políticos na Alemanha, que afastem o pragmatismo económico daquele sinistro ministro das finanças, que é quem na realidade comanda a política económica germânica.
Desculpa-me o testamento...
É pelas vezes em que não digo nada, já que, como sabes, me abstenho de comentar aqueles corpos mais ou menos todos iguais que vão aparecendo no teu blog e noutros, claro, não condenando essa opção, é óbvio...

Pedro disse...

Belo estudo sobre a UE...
Hummmmmm ... fiquei a olhar, digo a pensar nessas tuas ideias... gajos podres de bom...
Dizia eu, ideias ... bem deixa prá lá

Um abraço, amigo Francisco.
Boa segunda feira.

Arrakis disse...

Tens toda a razão, enquanto não houver verdadeira unidade entre os países da UE, não se vai a lado nenhum.

Abraço amigo Francisco e uma excelente semana. :)

Francisco disse...

João Roque,

Totalmente de acordo. Mas primeiro foi a Benelux

Bélgica, Holanda e Luxemburgo, pequenos e que foram invadidos na hora do lanche...

Aqui nasceu com estes 3 países a ideia das amizades para a construção da UE. Penso e digo eu...

Admito poder estar enganado

Abraço amigo João Roque e uma excelente semana

Francisco disse...

Pedro,

Tu chegas lá :)

Acredito que sim :)

Abraço amigo Pedro e tem uma excelente semana

Francisco disse...

Arrakis,

A Europa sempre esteve divida por dois blocos. Os que falavam Francês e os que falavam inglês...

A Seguir à Segunda Guerra Mundial, os países europeus queriam uma politica de Igualdade, Fraternidade e Liberdade...

Nos dias de hoje, temos o mercado económico. O Resultado está à Vista...

Abraço amigo Arrakis, tem uma excelente semana

João Roque disse...

Francisco
o Benelux nunca existiu, de facto. É apenas uma sigla para designar três pequenos países geograficamente juntos: Bélgica, Holanda (Netherlands) e Luxemburgo.

Francisco disse...

João Roque,

"Benelux é uma organização económica da Europa, que gerou o que seria mais tarde a União Europeia.[1] Compreende a Bélgica, Países Baixos e Luxemburgo, sendo inicialmente uma área de livre comércio entre estes três países, e mais tarde, a adição da Itália, Alemanha e França acabou por criar a Comunidade Económica Europeia (CEE).
O Tratado de criação do Benelux (Union Économique Benelux) foi firmado em 3 de fevereiro de 1958 [2] pela Bélgica, Países Baixos e Luxemburgo, e entrou em vigor em 1 de novembro de 1960. O nome Benelux foi utilizado pela primeira vez neste tratado; é formado pelas iniciais dos nomes dos três países: BElgië/BElgique, NEderland e LUXembourg. O Benelux tinha como objetivos estimular o comércio e eliminar as barreiras alfandegárias.

Podemos consultar na net :)

Abraço amigo :)

Hotei disse...

sigh.... the fate of the EU does not seam very bright....especially for us as we are very small :/

Hotei disse...

The future of the EU does not seam to be very bright...sigh....especially for us as we are very small :/

um coelho disse...

Não morreram exatamente alguns suecos no tsunami... morreram mais de 500 suecos, foi o país não atingido mais afectado.

A Dinamarca tem sensivelmente metade da área de Portugal, e para além de homens bonitos tem uma importante produção de... vacas.

(E a CECA e a BENELUX estiveram na génese da CEE)

Francisco disse...

Hotei,

Wellcome to this place. Can i ask where are you from?!

Yes, i eat a diccionary of english :)

Hugss

Francisco disse...

Um Coelho,

Gostei da parte da exportação das vacas lololol

Abraço amigo

Hotei disse...

let me give you a clue I live In the 5th smallest country in Europe ;P

Francisco disse...

Hotei,

Can be Malta???!!! :)

Hugs