09 dezembro 2013

Responsabilidade Social 13 - Cyndi Lauper "Time After Time"

De facto... Quando oiço algumas pessoas a reclamarem quer seja por telefone(trabalho), no metro, numa esplanada, de facto... "Somo Mesmo Cornos Mansos"...

Vejamos:

Trabalho num Call Center onde uma colega africana com avós mulçumanos, negra mesmo, mas com um pernão. Todas as gajas e gajos falam das pernas da colega.
Eu escrevo que ela é negra, porque o é, e porque é contra o Acordo ortográfico, e disse uma frase fabulosa: "Desde quando é que os Colonizados, ensinam os Colonizadores a falarem a sua própria língua?!"

Por outro lado, existem alguns portugueses que "acham". Realmente somos o país dos axistas. Achamos tudo, mas nunca encontramos nada...

Muitos acham que nós devemos "aceitar" este acordo de forma a entrar no Mercado Brasileiro. Afinal, lá!!! Eles são muito mais que nós. Em Portugal, não queremos saber mesmo nada, desde que se ganhe algum dinheiro extra.

Fazer investimentos na Língua?! Nada disso, mais fácil mudar a Língua a uns poucos de milhões de habitantes. Neste país é tudo pelo maior facilitismo da coisa e que traga milhões...

Os ingleses criaram e apostaram na "Commonwealth", e os Call Centers são na Índia e não há acordos de para ninguém. Inglês é Inglês e ponto final.

Agora peguem numa factura de Electricidade. Afinal se conseguem ler este post significa que tem luz em casa. Certo?! Velas não o permite... E, que também sabem ler português com erros :D

Na parte que diz "Taxa de Audiovisual", é um Imposto que o Estado nos cobra para pagar os Salários ao pessoal da RTP, e que os permite ir viajar todos os anos devido à Eurovisão. Boa! Então e sobre um Imposto do Estado, pode ser cobrado outro imposto?!

Senhores Juristas?! Ah é verdade, estão a emigrar, quem sabe ler e escrever... Rua

Sim! A Taxa de Audivisual tem IVA de 6%

Imposto sobre Imposto?! É Possível?! Em Portugal tudo é possível

Mas há mais?! Quem me lê aqui, vive num prédio com elevador?! Não é que eu tenha algum interesse nisso. Pegue na factura do Condomínio e veja...

Todos os Condomínios com Elevador, gastam mais de quatrocentos quilovates. Logo é cobrada esta taxa. Boa! E o teu condomínio ou prédio tem televisão na escada?!

Diz o Sr Mexia num artigo do Jornal do Metro que a Energia não pode ser barata. Lá se foi o acordo ortográfico, o que o Senhor deveria querer dizer é: "Pague e não bufa"

4 comentários:

Rúben disse...

Não sou nada a favor do acordo ortográfico! Embora possa parecer muito xenófobo a tua frase de os colonizados não ensinam os colonizadores a falar a sua própria língua é uma autentica verdade.

Antes de ser deles o português era nosso e nós temos o dever moral de o preservar! Evoluções todas as línguas sofrem, pois não falamos hoje como falávamos à 100 ou 200 anos atrás, mas esta transformação e muito má e em certos casos uma autentica estupidez!

Mas claro isto é só a minha opinião!

Grande Abraço!;-)

Francisco disse...

Rúben,

Posso dizer que sou do tempo em que o Bué da fixe, o fixolas, o Buéréré eram calão e outros que tais.

No tempo dos escudos, cem escudos dizias um pintor

500 escudos, dizias uma quinhenta;

Mil escudos(5 euros), dizias: Milena

5 Contos(25 euros), era um Balúrdio

10 Contos, era bués da nota...

Tudo isto para te dizer, que se pronunciasses algum destes termos na sala de aula, ias para a rua...

Hoje, em dia fazem parte do Dicionário muito destes termos...

A mim, não me incomoda o Acordo. Só que o Acordo deveria começar na primeira classe e não no 9º ano

Entendes a diferença que eu defendo?!

Abraço amigo

um coelho disse...

Que saudades que eu tenho do tempo dos elevadores... tinhas cada história espetacular!

Francisco disse...

Um Coelho

Tenho que voltar aos elevadores, para seres mais assíduo neste canto lolololololololoolol