28 agosto 2010

"Pérolas" - Ana Malhoa "aeiou"

Fui convidado para fazer mais uma campanha de "outbond". Agora, ando a "oferecer" cartões de crédito. Mas, como já dizia e muita bem, um grande economista "Não há almoços grátis"...

Como não posso fazer publicidade, porque não me a pagam. Tentem adivinhar qual é o banco que está por trás, a oferecer este cartão? Dou uma pista, começa por um "B"...

Os scripts começam todos da mesma forma:

- Bom dia/Tarde/Noite, fala Francisco Mendes(com dois "És", se faz favor), experimentem escrever Mendes sem um "É"...

Pérolas:

1ª- Maria! Vais fazer um cruzeiro? Estão a ligar-te do "Barco"...

2ª- Não sou cliente de nenhum banco, apenas da CGD...

3ª- O meu marido não tem nenhum barco. Ou tem?...

Creio que as Novas Oportunidades, foi a melhor coisa que aconteceu para as pessoas que deixaram de estudar...

Não se esqueçam, que estas pessoas também votam...

Sempre aprendi que podemos ter todas as matérias primas, toda a tecnologia, todas as infrastuturas. Mas, sem pessoas, não se vai a lado nenhum...

Já dizia a minha avó: - "Que para fazer uma omelete, são necessários ovos"

Depois a máxima dos países subdesenvolvidos:

Não se produz, porque somos pobres. Logo, como somos pobres, não podemos produzir...

2 comentários:

pinguim disse...

Começa por um B e pensei: lá está ele a falar do Banif...
Afinal havia outro!

Francisco disse...

Yap, começa por B, e também tem um A. Mas não é o Banif e a sede é lá para as terras de sua majestade...