20 Janeiro 2013

Sonho - Susan Boyle "I dreamed a dream"

Fui com o meu amigo Manuel, ver o musical "Miseráveis". Onde uma criança disse: - "Morreu um Rei, temos um Novo Rei, e continua tudo igual"...

Foi uma realidade do nosso passado, que se fosse nos dias de hoje, a mesma criança diria o mesmo: - Acabou um Governo, temos outro. E, o que é diferente?!

Impressionante! Que ao longo de tantos anos, o Ser Humano continua igual. Como eu digo, só muda mesmo o nome e o local de nascimento. A história é narrada em França...

O Filme começa com um prisioneiro, que por ter roubado um pão para alimentar o filho da sua irmã(sobrinho), apanhou uma pena de prisão de 5 anos. Quem não se lembra, do senhor que roubou um bolo numa cadeia de supermercados em portugal?!

O Chefe da policia, ainda o obriga a carregar a Bandeira do barco. Quantos chefes, não obrigam os empregados com ameaça de uma má avaliação?! Os mini poderes...

O recluso consegue fugir, rouba uma igreja e obtém o perdão do Padre. Já dizia a minha avó: "Errar é humano, Perdoar é Divino"...

Uma trabalhadora é assediada pelo chefe. Ela tenta evitar, as outras pedem a sua demissão. Nem com a confissão que precisa do dinheiro daquele emprego, que é mãe solteira e que tem uma filha de tenra idade para sustentar... É despedida...

Algo de novo aqui?!

A jovem corta o cabelo(ganha algum dinheiro), tira os dentes molares(dá mais uns trocos) e acaba por cair na prostituição. Bom! É abrir o correio da manhã, de segunda a domingo...

A filha foi entregue a um casal amigo(quem não leu a história da gata borralheira?!). A criança é a empregada, apesar da tenra idade e da mesada da mãe. Os amigos são aqueles que tiram sempre a comissão. Olhem lá os velhinhos que estão a sair dos lares, para sustentarem a casa dos familiares, que nunca quiseram saber deles...

A criança cresce, e apaixona-se à primeira vista por um lindo rapaz. Um príncipe...
Assim, apaixonei-me eu pelo Ruben, quando trocámos o nosso primeiro beijo.

O "príncipe" é um rapaz de boas famílias, onde os seus amigos lutam pela Revolução da Liberdade e Igualdade. Todo o Povo, apoia aquela ideia, dão cadeiras, móveis, tudo o que sirva para poderem fazer uma barreira ao poder do Rei. Um pouco como o nosso facebook, onde as pessoas dizem que vão estar nesta ou na outra manifestação e no final não aparecem. Qual a surpresa?! No Filme, quando o grupo é cercado pelas tropas do rei, ninguém abre a porta aos jovens, ninguém dá guarida e eles morrem todos...

Todos não. O Príncipe é salvo, porque fugiu pelo esgoto, e mesmo na merda. Alguém ainda lá foi roubar o anel de família. Nesta Sociedade em crise, quando as pessoas não tem dinheiro, mas ainda tem a honra, a sua palavra. Os bancos e afins, lá vão cobrar mais uma taxa por atraso na data limite de pagamento, mais outra taxa por outro motivo qualquer. Até quando estamos com merda, até ao pescoço. Em vez de nos ajudarem, ainda existe alguém para nos tirar o pouco que temos.

A rapariga casa-se com o seu príncipe e lá surge a sua "família", que de família nada tem, ainda tentam ir à festa em busca de protagonismo e mais alguma comissão.

"Eu sonhei um dia, um sonho que eu seria completamente diferente do que sou hoje"

Quando olhamos à nossa volta, e vemos que os sonhos de tanta gente é como o fumo de tantas chaminés em Lisboa. Dizem que o Sonho comanda a nossa vida...

Por isso, é que eu adoro dormir. Adoro sonhar, lá posso tudo...

12 comentários:

um coelho disse...

E aqui está a sinopse mais original do filme. :)

Kuma disse...

Choraste durate o filme?
Eu parecia uma "Maria Amélia" segundo o Shu...em várias partes do filme chorei..então quando cantam a "On My Own", aí é que foi...

Grande post este, adorei! ^^

Abraço amigo :3

Francisco disse...

Um Coelho

:)

Abraço amigo e bom domingo

Francisco disse...

Kuma,

Não chorei igual a Maria Madalena, mas tive por algumas vezes uma lágrima no canto do olho...

:)

Abraço amigo e bom domingo

Namorado disse...

Tenho que ganhar coragem para ver o filme. Mas sabes? Não precisamos de ficção para chorar, basta olhar para o lado e ver como as pessoas estão por causa do estado do País. Grande abraço

João Roque disse...

Não me motiva nada este filme, a não ser pelo Hugo Jackman.

Francisco disse...

Namorado,

Vale a pena :)

Abraço e bom domingo

Francisco disse...

João Roque,

Está muito bem conseguido, eu gostei pelo menos :)

Abraço amigo e bom domingo

Hotei disse...

Ho God Francisco just back from the movies and God if I cried! :'(

Margarida disse...

caneco, já me estragaste a surpresa :D
nem sei quando o verei... estará em cena uns bons meses, de certeza. aí para a páscoa é uma boa altura.
bjs e boa semana.

Francisco disse...

Hotei

Don´t cry :)

Hug´s

Francisco disse...

Margarida.

Tsk Tsk Tsk

Não se faz de todo, lololololol

Beijinho Grande

P.S . Nem contei quem morre no final e quem se suicida LOLOLOLOLOL :P