14 setembro 2018

25 anos - Parte 5

Costuma-se dizer: "Quem espera sempre alcança" ou "Quem espera, desespera..."

De facto, nunca alcancei nada daquilo que queria, antes bem pelo contrário... Desesperei pelo Ruben, pelo Nuno e por outros tantos... Aquele minuto que não passa, olhamos para o relógio e ainda só passaram dois minutos... Aquele dia que passa, sem nada sabermos, olhando para o relógio/telemóvel a cada momento de 2 minutos... Acordar durante a noite e não haver nada... Quando chega aquele dia, em que do outro lado, alguém acordou com tesão!!!! Chovem milhares de mensagens e chamadas a confirmar a queca para o final do dia.... Depois, volta tudo igual por mais uma semana, sem nós nada sabermos...

Aquela mensagem que aparece apenas a dizer que a pessoa teve um fim de semana horrível, uma semana cheia de trabalho, um dia que nunca mais acaba... E, nós parvinhos?! Falo por mim, acreditamos em casa virgula lololololololol

O tempo passa, uma semana, duas semanas, três semanas, um mês, um mês e meio, dois meses... Fazemos contas de cabeça e em dois meses e meio, estivemos umas quatro a cinco vezes com aquela pessoa... Pois... É o que temos ou o que há...

Depois lemos uma mensagem ou recebemos uma telefonema para não ligarmos mais... Do outro lado, ele encontrou alguém e vai começar a conhecer um outro rapaz ou talvez quem sabe até namorar e casar... O mundo parece desabar, mas não é o fim... Pensamos onde nós falhámos e depois lembramos-nos de uma frase mágica: "Ele não estava assim tão interessado em nós" e no final "Eles voltam sempre..."

O tempo vai passando, três meses, 6 meses, um ano, dois anos... Parou o tempo médio de um gajo voltar situa-se entre os seis meses e um ano... Excepcionalmente ano e meio, coisa muito rara... O meu tempo de espera também foi descendo até demorar a beber um coca-cola... Tanta coca cola, bebi eu ehehehehehhehehehehehehehe
Depois passei para menos de metade... Creio que quando as pessoas gostam e querem, até chegam um pouco antes (não é recado para ninguém)
Curioso foi saber que existem criaturas (gajos mesmo) que pensavam/ ou pensam que eu os esperava sozinho no meu sofá ahahahahhahahahahhaha Ai se o meu sofá falasse ou escrevesse um livro...
Quando a plataforma gay me dá mais encontros com notas musicais do que gratuitos... A música só pode ser outra...

9 comentários:

Paulo Roberto Figueiredo Braccini . Bratz disse...


Não tenho paciência com a tal da espera. Nunca esperei nada além de 3 meses. Nem meu marido ... com bem menos de 3 meses já estava ali ... rs

Cidália Ferreira disse...

Gosto de te ler ! lOol

O calor do teu silêncio...
Beijos um excelente fim de semana.

Vanda Nicole disse...

Boa tarde! Mummmmm adorei ler-te rapaz! ;)))

Por aqui- 💋Sonho com as tuas carícias devoradoras 💖
.
Beijinhos molhados :)))

João disse...

Quem vai ao mar, perde o lugar e é isso que acontece com os gajos. :P

Francisco disse...

Paulo Roberto

3 meses?!

Francisco disse...

Vanda Nicole

Obrigado

Francisco disse...

João

Nem mais

Francisco disse...

Cidália Ferreira

Obrigado ;D

Bom fim de semana

Francisco disse...

Beijinhos para todos vós que me deixaram comentários ;)