12 novembro 2012

Mequitas - Roxette "Sleeping in my car"

A Mequitas chega amanhã a Portugal, vai estar por cá umas meras 5 horas. Dá para fazer um lanche e o Governo aproveitar para aumentar mais qualquer um imposto... Depois do video que quisemos enviar para a Alemanha, dá vontade de dizer:

"Os cães ladram e a caravana passa"

Um provérbio muito utilizado pela a minha avó:

Somos o país, onde qualquer pessoa tem um telemóvel. Algo que não era utilizado até aos meados dos anos 90(Boom do telemóvel). Para alguns, não chega ser um telemóvel para fazer e receber chamadas. Tem de ser o Topo de Gama... Claro...
Antes o vizinho comprava uma televisão de 16 por 32(dimensão do ecrã da TV). Lá íamos todos comprar a televisão maior da loja, e depois colocávamos uma TV até na casa de banho...
O vizinho comprava um Carro Opel ou Renault, lá íamos todos comprar um mercedes, BMW ou até mesmo um audi...
O Vizinho ia de férias para a Santa Terrinha, nós íamos para o Algarve. O Vizinho ia um mês completo, nós íamos dois meses(um era por baixa médica)...
O vizinho comprava um T2 em segunda mão, nós comprávamos um T4 num Condomínio de Luxo. Já repararam que os países com mais Condomínios de Luxo são os mais pobres?!
É verdade que é mais fácil ter um Cartão de Crédito, que andar na escola aprender a ler e a escrever. Dá trabalho fazer contas de somar, diminuir, dividir ou até multiplicar. Por isso é que as pessoas estão Endividadas. É giro e Bem ter um Cartão Gold na carteira. Pior! É não saber ler a taxa de juro a prestações, e, muito pior é não saber calcular o valor a pagar no final...

Como alguém disse e bem..." Não há Almoços Grátis"

15 comentários:

Hotei disse...

:) Let me say that I love your grandmother sayings :D hahha they all make me smile...I used to think that my country sayings were funny!!!(I am In love with Portuguese sayings and finding them here in use its somewhat a bonus!) For the rest ...well....countries in debt are sprouting out like mushrooms and I'm afraid it ill be very difficult to return to normality...as debts must be paid in a way or an other :/

Pedro disse...

Gastar sem poder é nisto que resulta.
Felizmente continuas a colocar uns gatos para alegrar as vistas.
Abraço e boas férias.

Francisco disse...

Hotei,

Thank´s :)

Hugs

Francisco disse...

Pedro,

Ao menos que haja algo que nos alegre a vista :)

Beijinho na Testa

Arrakis disse...

Os cartões de crédito são a maior armadilha que há!

Abraço Francisco e boa 2ªfeira :)

Alex disse...

Acho que tocas em alguns pontos fundamentais da nossa crise... de valor.

Pérola disse...

De graça, há toda a familia dos afetos, não te chega?
Olha a amizade, o primo carinho, a tia ternura para já não falar do paizão amor.

De graça (descontando a electricidade) também é visitar-te através deste portátil e teclar algumas palavras para ti.

Um beijinho...gratuito.

Hórus disse...

E viva o nosso Portugal sempre tão pitoresco e único! Podemos ter muitos defeitos, mas temos dos gajos mais giros e podres...de bons! ;)

Abraço :3

Francisco disse...

Arrakis,

Bola de neve mesmo... É sempre dinheiro que não é nosso...

Abraço amigo e continuação de um excelente segunda feira

Francisco disse...

Alex,

assim muito pela rama :)

abraço

Francisco disse...

Pérola,

Claro que existem tantas coisas boas e giras e que são de "graça" borla mesmo :)

Obrigado, beijinho muito grande

Francisco disse...

Hórus,

Totalmente de acordo contigo ;)

Abraço amigo

João Roque disse...

Tu tens razão em muito do que dizes, mas como outras pessoas com muito mais responsabilidades do que tu, não fazes a separação de quem procedia assim e quem não tinha posses para o fazer.
Meter tudo no mesmo saco não é justo...

Francisco disse...

João Roque,

O problema é que as pessoas compravam casa, e no mesmo crédito colocavam o carro, as férias, o fogão e sei lá mais o quê....

Agora que a coisa apertou, é ver os pais e os sogros a serem chamados para pagar o crédito...

Claro que eu sou a favor do crédito, só assim é que muita gente pode ter uma vida mais digna. Longe de mim estar a criticar o modo de vida de quem quer que seja...

O crédito fácil e o acesso ao mesmo, foi o erro de muita boa gente. E, com a má gestão da Classe Política, o resultado está à vista...

Apenas isso

Abraço amigo João



A luta é o caminho disse...

Boa noite Francisco
Não posso deixar com o João Roque.
Se é verdade que a maioria dos portugueses habituou-se a viver de vários créditos sem preocupação do futuro, foi porque as baixas taxas de juros, associado ao assédio das instituições financeiras levou à situação que chegamos hoje.

Mas o que são as dívidas dos portugueses comparando com os milhões gastos nos estádios do Euro2004, nas auto-estradas construídas(somos um dos países europeus com o maior indice de auto-estradas/habitantes), os milhões de subsídios mal atribuídos dados a certos lobbys, etc?

Parafraseando a senhora Isabel Monet, vamos ter que habituar-nos a viver com pouco dinheiro e aprender gerir os nossos fracos rendimentos á custa da vida que levamos.
Abraço =)