25 novembro 2012

Biolência - Rihanna & Eminem "Love The Way You Lie"

Desde que me conheço como gente, que sempre ouvi falar em Violência Doméstica. Nada disso. O homem dava porrada na mulher e coitado tinha vindo com um "copo" a mais. A mulher atirava com um ferro de engomar quente ou com uma cafeteira à cara do marido. Afinal, ele entrou em casa aos gritos e toma lá disto...

Quem teve ou tem parentes numa aldeia deste país, deve ter muitas histórias destas para contar...

Posso dizer que a minha vizinha de cima. Uma rapariga dos seus vinte e poucos anos, muito gira levava porrada todos os dias.... Não havia dia em que ela não levasse porrada. Envolveu Policia, pais de ambos, vizinhos perturbados durante noites a fio, reuniões de Condomínio sem fim... Ela nunca pediu o divórcio, como recusava a sair de casa... Mudei de casa eu, e muitos outros vizinhos...
Houve uma senhora que colocou o marido em Tribunal onde ela pediu ao Juiz que pedisse o favor ao seu marido que não lhe batesse. Ela amava o marido, mas já não suportava as visitas feitas ao hospital. Todas as semanas ia parar ao hospital a pobre senhora...
Quando trabalhei no mundo dos Elevadores, quantas mulheres trabalhavam até mais tarde, para quando chegassem a casa, o marido já estivesse deitado. Nessa altura, também trabalhei numa campanha de TV por cabo. Santo Cristo!!! Quantas mulheres ligavam a pedirem o favor de o Benfica ganhar. Caso contrário, tantas que iria apanhar nessa noite...
Quanto aos homens?! Não se preocupem, que eu acho que são mais eles a levarem na tromba que as mulheres. Só na minha família são vários. Elas tem o poder da argumentação, da exaustão do pensamento masculino. Atiram com tudo à tromba do marido, depois fogem para o quarto dos filhos, para que o pai tenha piedade e não faça nada...
Muitas não tem essa sorte e depois basta abrir as páginas de um jornal diário...
No mundo Gay, temos o caso dos Sugars Daddys. Onde pensam que com dinheiro podem comprar a companhia de um miúdo de 23 anos por muito tempo. Ao contrário, também existem muitos cachopos que acham que os "velhotes" só gastam o dinheiro com eles, e que eles não irão crescer. Só que o Daddy quer carne mais fresca... O dinheiro tudo compra... Mais Vale ser infeliz com dinheiro, do que sem ele...

10 comentários:

Margarida disse...

a violência doméstica existe em todas as classes sociais. não são só as mais desfavorecidas ou as da classe média. as da classe alta suportam tudo e mais alguma coisa pela aparência, pelo estilo de vida, e isso é o que me custa aceitar.
36 mulheres assassinadas, mais o bullying nas escolas, a crise que obriga os casais a partilharem uma casa mesmo vivendo horrores, nem sei...
felizmente, nunca passei por isso, nem mãe nem avó passaram e elas são as minhas referências.
e quando há filhos, é muito pior.
bjs.

Pedro disse...

Sou contra todo e qualquer tipo de violência.
A favor de ver fotos de gajos giros.
Abraço amigo :)

Francisco disse...

Margarida,

Claro que sim, em todas as classes sociais mesmo... Basta haver dois seres humanos a coabitar no mesmo espaço...

Enquanto que as mulheres fazem pressão psicológica(dizem os livros), os homens passam logo à violência física...

Tb não entendo como é que as pessoas se sujeitam a tal. Mas, cada um é como cada qual...

Beijinhos Grandes

Francisco disse...

Pedro,

Bem verdade. Viva os homens podres de bons e giros ;)

Beijinho na Testa

Namorado disse...

Acreditas mesmo nisso? Que mais ale ser infeliz com dinheiro do que sem ele? Não sei... mas a ada ano que passa, e que fico mais velho, só quero sopas e descanso e o dinheiro não te trás essa capacidade. Não sou hipócrita... o dinheiro ajuda é um facto, mas não resolve nada se não tivermos cabeça para isso.
Abraço

Francisco disse...

Claro que sim,

Creio é preferível ser doente com dinheiro, do que ser doente sem dinheiro...

O Dinheiro pode não trazer a Felicidade, mas que ajuda muito... :)

Abraço

João Roque disse...

É incrível como a lei portuguesa permite a um marido que mate a mulher, possa herdar dela. Isso tem que acabar...

Francisco disse...

João Roque,

Estamos em Portugal, o que mais me pode surpreender na Justiça Portuguesa?! :)

Abraço amigo João

Alex disse...

Mais Vale ser Feliz.

Francisco disse...

Alex,

Claro que sim

Abraço