18 novembro 2014

Madre Teresa - Demis Roussos "Una Paloma Blanca"

"Barack Obama classificou a decapitação de Peter Kassig, fundador de uma organização humanitária, como "maldade pura", depois de o Estado Islâmico ter divulgado vídeo onde se vê o corpo do jovem."

A meu ver e pior ainda é que o Jovem converteu-se ao Islamismo. Ainda falam mal dos Católicos, que abrem as portas das suas igrejas para qualquer Ser Humano.

Engraçado! Um padre viola um criança e a Bíblia e a Igreja são Cruxificadas. No Islão... Enfim "caso para dizer, eles que se entendam entre si"

Continuem ajudar os de fora, e não olhem para os vossos...
"O vídeo mostrava também a decapitação de pelo menos outros 18 homens, descritos como militares sírios. Os assassinatos foram reivindicados pelo grupo ‘jihadista’.

Os pais de Peter Kassig disseram estar “incrivelmente orgulhosos” do trabalho humanitário que o filho vinha a desenvolver na Síria, sublinhando que o jovem “perdeu a vida como resultado do seu amor pelo povo sírio e do desejo de diminuir o seu sofrimento”, afirmaram, em comunicado.

Peter Kassig, de 26 anos e ex-soldado no Iraque, tinha-se convertido ao islamismo e fundou uma organização humanitária em 2012 – “Resposta e Assistência Especial de Emergência” – depois de deixar o Exército dos EUA.

O jovem já aparecera num vídeo de 03 de outubro que mostrava a decapitação do refém britânico Alan Henning, em que os ‘jihadistas’ ameaçavam matá-lo também, em retaliação aos ataques aéreos dos EUA na Síria e no Iraque.

Peter Kassig é o terceiro refém americano cuja decapitação foi reivindicada pelo EI, depois de James Foley e Steven Sotloff. Dois outros britânicos, Alan Henning, voluntário humanitário, e David Haines, trabalhador humanitário, sofreram o mesmo destino. Todos eles foram sequestrados na Síria, país em guerra há mais de três anos."

Dizem que estava lá um Inglês e um Francês. Pena! Não haver Pena de Morte na Europa... Mero desabafo meu...

Esta história deveria aparecer nas manchetes dos jornais... e não as outras porcarias que nos enojam. Esta foto deveria ser um Símbolo de Paz

"Uma imagem do Iraque.

Esta é uma história de guerra, porém toca-nos o coração...

A esposa do sargento-enfermeiro John Gebhardt, diz que toda a família desta criança foi executada. Os assassinos pretendiam também executá-la , a atingiram na cabeça...mas não conseguiram matá-la.
Ela foi tratada no Hospital de John, está se recuperando, mas ainda chora e geme muito. As enfermeiras dizem que John é o único que consegue acalmá-la. Assim, John passou as últimas 4 noites segurando-a ao colo na cadeira, enquanto os 2 dormiam. A menina tem se recuperado lentamente.
Eles tornaram-se verdadeiras "estrelas" da guerra.
John representa o que todo o mundo gostaria de fazer.
Isto, meus amigos, vale a pena partilhar com o mundo inteiro.
Vocês nunca vêem notícias destas na TV ou nos jornais, em geral.
Se achar legal, como eu achei, divulgue.
Acredito que todos precisamos ver que (também) existem estas realidades ... que pessoas como John fazem a diferença.
Não podemos orientar o vento, mas podemos ajustar a nossa vela..."

Disse um dia Madre Teresa: "Destruímos em minutos, o que se levou uma vida a construir com sacrifícios..."

6 comentários:

Leonel S. disse...

Só não concordo com uma coisa. Missões de solidariedade devem continuar, talvez noutros moldes e condições. Caso contrário pedreremos toda a humanidade que nos resta.

João Roque disse...

Tudo isto é muito triste, mas também trágico.
E tem que ser parado...

Pedro Sampaio disse...

Mundo complicado em que vivemos!

Francisco disse...

Leonel S

Engraçado, que eles matam quem lhes faz bem... Que de engraçado, nada existe...

Abraço amigo

Francisco disse...

João Roque,

Claro que os Donos das Armas, adoram estas "merdas", ganham dinheiro lololol

O pessoal não pensa

Abraço amigo

Francisco disse...

Pedro Sampaio

O Ser Humano só está bem, a prejudicar o próximo :(

Abraço