23 novembro 2014

MF - Abba "Does Your Mother Know"

Na saída com amigos, lembro-me de uma frase ouvida nas terras da minha avó: "O MF morreu?!"

Ontem à noite, no meio da conversa com amigos. Recordo-me que os gays são os mais homofóbicos e os que "tem mais maquinhos no sotão".

São aqueles que dizem que são os mais "Open Mind", mas depois de meia dúzia de palavras são aqueles que dizem: "O que as pessoas tem a haver com quem eu durmo? Ou, se ando de mão dada com um gajo pela cidade de Lisboa?!"

Penso para mim, de facto nada tenho a ver com quem dormes e a que horas dormes...

O moço diz que quando começou a sair para Lisboa, saia com Sofia, com a Alexandra, com a Teresa.... Aos dias de hoje, tomou banho em casa de uma amiga que tem um espelho enorme na casa de banho. Sim! A amiga chama-se?! É uma amiga...

Aos fins de semana, vai para a casa da Cátia Vanessa, é uma benzoca que até tem uma cerca eléctrica... Ele quer vender a casa dele algures nos arredores de Lisboa. Quer comprar um Tzero no centro de Lisboa, mas é uma amiga "arquitecto" que lhe vai arranjar as paredes: LOLOLOLOLOL

Um Tzero, não são 4 paredes?! Não preciso de ser Engenheiro e muito menos construtor civil, para saber que o meu corredor tem mais m2 que o Tzero do menino.

A meu ver, os Gays não precisam de dizer ou andar com rótulos a dizer que gostam de homens. Agora! Por Favor não vão para a Televisão ou jornais falaram mal dos Gays. Que eles é que são o "Supra Sumo da Sociedade"... Depois de terem andado a foder com gajos e muitas vezes a pagar, na Estação de Belém, Cais do Sodré, Parque Eduardo VII etc etc...

Ficou "ofendida", quando eu falei das bichas mais conhecidas da nossa Sociedade, e só mencionei 3 das mais conhecidas. Fiquei a saber que houve uma personagem da nossa praça, que tinha escrito um livro com os "Principais Gays em Lisboa". Caso para dizer: "Elas conhecem-se todas..."

Há muitos anos atrás, era eu jovem de 22 anos. Um dos fins de semana, que poderíamos ir a casa. Fui à terra da minha avó. Senti-me mal, algo que deveria ter comido. Fui ao Médico da aldeia. Um senhor dos seus 50 anos, casado e com filhos, pessoa respeitável na Terra. Entro em casa dele, dispo-me. Ele passa-me as mãos pelo meu corpo todo, apalpa-me os tomates. Uma semana num quartel e a gostar de gajos. A coisa cresceu e ele agarrou, apertou, e mamou tudo até ao fim... Saí de lá mais aliviado e melhor...

Nunca me lembraria de partilhar isso com alguém. Há mês e meio, fui à Aldeia da minha avó, onde o meu pai vive lá perto. Fui com os meus sobrinhos ver o avô. Já nem me lembro da conversa, sei que o meu pai disse que o médico da aldeia tinha falecido. Ouve-se uma voz de outra mesa: - O MF morreu?!

O meu irmão mais novo, perguntou: "MF'!"

O meu pai diz muito rapidamente:
Este médico sempre que passava uma receita a uma mulher mais histérica escrevia MF

Mal Fodida

10 comentários:

Ricardo Costa disse...

Adorei a história.. quer me parecer que anda por aí muita e muito MF !!!
Abraço Francisco :)

Francisco disse...

Ricardo Costa

Não tenhas a menor dúvida, porque achas que também existem tantas relações abertas?! Só nódoas na cama

ahaahahhahahahhahahahahhahahahahha

Abraço Ricardo :)

João Roque disse...

Excelente, Francisco.

Homem, Homossexual e Pai disse...

Estoria para la´de divertida... tem muita gente precisando da receita de MF... agora, impressionante mesmo foi tua consulta! rssrs

Francisco disse...

João Roque

Obrigado amigo

Abraço amigo

Francisco disse...

Homem, Homossexual e Pai

Tenho algumas histórias ;)

Passado?! Quem não o tem ?!

Abraço amigo

Elgar Vous disse...

Conchita <3
http://malefootwear.blogspot.com

Fernando disse...

Francisco, preciso de ir ao médico mas não a qualquer um, tem de ser um especialista, tens de ser tu!!

Francisco disse...

Elgar Vous

Thank´s for the visit :)

Hugs

Francisco disse...

Fernando,

Dito dessa forma, bora lá

LOLOLOLOLOL

Abraço