19 novembro 2013

Greve - Michael Jackson "They don´t care about us"

E, lá sai mais um Greve no Metro. Eu não quero ser mau. Mas, já chega de sustentar tanta gente que não faz nada, e que ainda quer mais Direitos.

Todos nós temos Direito a fazer Greve. Mas, pela vossa rica Saúde, prejudiquem quem quiser, mas não os que compram o Passe todos os meses. Os que precisam de ir trabalhar, para poderem colocar pão na mesa...

Já chega, de tanta porcaria. Que tal fazerem estas Sugestões, tanta coisa mudaria...

A) Estou cansado de estar sentado numa estação, olhar para o relógio que indica que o próximo metro, é daqui a 8 minutos. Passam 8,9, 10, 15 minutos... E, lá volta o relógio a indicar que tenho metro daqui a dez minutos;

B)Esperar por vezes 30 minutos, que passe o próximo metro;

C) Quando começa a haver muita gente nas Estações, lá se ouve:

"Perturbações na Linha Amarela, Azul, Verde, Cor de Rosa e Cor de Burro quando foge, deve ser aquela cor que o Maquinista foi à Casa de Banho, a casa almoçar, visitar algum familiar, beber um café etc etc..." O Ordenado está garantido ao final do mês...

Quando o Atraso, começa a ser notório, lá se ouve:

"Avaria na Linha"

Pior! É na estação haver empregadas que tem de ir limpar as estações depois do Campo Grande, e afirmam... A Esta hora, é sempre o mesmo que vai lá vai mijar fora do penico. Agora o Metro, só vai até ao Campo Grande, e nós é que nos Lixamos...

Já dizia a minha avó, e as outras nossas avós:
"Quem está no Convento, é que sabe o que lá vai dentro..."

Se Realmente os Trabalhadores do Metro, fizessem Greve e estivessem no seu local de trabalho. Eu perdoava até...

Agora dizerem que fazem greve, e depois vão às compras, visitar familiares(Esta Justificação é a melhor de todas)...

Se os Trabalhadores estão na Empresa, porque não abrem as Portas e utilizam mais Carruagens?!

Assim, acredito que prejudicavam a Entidade Patronal, mas de facto ter os pés quentes nesta altura do ano, é mais apetecível...

9 comentários:

Francisco disse...

Horatius e João Roque,

Sem querer apaguei os vossos comentários :(

Horátius,
Nos dias de hoje, existem 3 carruagens à noite e fins de semana, por causa da crise.

Sabes, quanto poupa o Metro por cada dia de Greve e que não liga a Electricidade?

Como estamos em época de Natal. A polícia faz operações de stop para haver "Subsídios de Natal"...

O Metro pára, para encher os bolsos aos accionistas e Directores :(

João Roque,

Obrigado pelo teu comentário

Grande Abraço aos dois :)

Francisco disse...

Afinal consegui recuperar o cometário do HORATIUS:

"Podes apelidar-me como revolucionário, se bem o entenderes, mas a verdade é que estás a ser mauzinho. Tanto quanto sei, eles não querem mais direitos, mas manter os que têm. E se não fizessem nada, nos dias que não há greve, como é que o metro funcionava ;)

Não conheço as razões dos trabalhadores do metro, mas esses direitos que muitas vezes nos parecem estranhos (viagens gratuitas, infantários, etc...) fazem parte do contrato de trabalho como uma retribuição em "géneros" (não sei se este será o termo mais correto). Ao estarem a suprimi-los, estão a suprimir uma parte da remuneração destes trabalhadores.
Além de que, como tu deves saber melhor que eu (que sou um utilizador muito ocasional do metro), o serviço tem-se degradado a olhos vistos. Eu noto que há menos carruagens e as pessoas vão muito mais "enlatadas"...

Se não for através de uma greve, como pretendes reivindicar junto da empresa melhores condições? "

Francisco disse...

Recuperei o comentário do JOÃO ROQUE

"É curioso; agora que me sinto "desobrigado" de comentar aqui e ali, de vez em quando, não sucede que as surpresas se sucedem?
Ele é o Alexandre a dar conta das suas profundas modificações de vida, é o Ribatejano a surpreender tudo e todos com uma cada vez mais interessante maneira de estar na blogo e agora apareces tu, Francisco, a deixar mais vezes de lado as tuas imagens de marca (os gajos podres de bons e as notícias dos teus envolvimentos sexuais) para nos dares com maior persistência relato de coisas importantes que sentes e que muito bem sabes aqui deixar expressas.
Este assunto,dasgreves do metro e outros que aqui tens trazido, como o da justiça, merecem uma reflexão, claro e também merecem os meus parabéns por os saberes partilhar aqui no teu sítio.
Afinal, nem só de pão vive o homem, como decerto diria a Senhora tua Avó..."

Horatius disse...

Olha, eu como te disse, sou utilizador ocasional, quando vou a lisboa. As vezes vou ao fim de semana, outras de semana. E tenho reparado frequentemente que estão apenas três carruagens. Pergunto-me se a composição completa não anda só nas horas de ponta? É que não ando de noite em Lisboa... lol

Francisco disse...

Durante a semana, creio que seja a partir das 22h. Menos gente e fins de semana por causa crise

:)

Lisboa de noite, tem outro encanto :)

Rúben disse...

Subscrevo integralmente!

Já não há paciência para tanta greve! Irra!

Francisco disse...

Rúben,

Amanhã há outra das 6h30m às 10h

:(

Irra nisso

Mark disse...

Eu também discordo de tantas greves. Consigo ir a pé até à faculdade e respeito, evidentemente, o direito constitucional à greve, mas isto já me parece 'abuso de direito', uma figura prevista no nosso ordenamento jurídico. São greves atrás de greves e quem sai prejudicado são os utentes, claro está, que pagam a tarifa mensal e usufruem menos do serviço.

abraço.

Francisco disse...

Mark,

Creio que para a semana, lá teremos outra greve :)

Vamos rir, para não chorar lolol

Abraços :)