26 setembro 2013

Queer Lisboa 17 - Madonna "Vogue"

Esta tarde fui ao São Jorge, fui ao Queer Lisboa. Senti-me mesmo Trengo!!! LOLOLOL

Pensava eu que iria ver um filme fixe, saiu-me o tiro pela culatra. A primeira curta metragem, falava do momento que antecede um encontro gay. Podemos ver os medos de alguns gays, após terem combinado um encontro carnal pela internet. Os mesmos medos, receios. Igual em qualquer lugar. Somos Humanos. Alguns que procuram apenas sexo, outros que só procuram versáteis "Toma lá, Dá cá", outros que procuram o príncipe encantado ou o Amor, só que os amigos dizem-lhe que não é nesses sites que se encontram o Amor da nossa vida. Outros, que dizem que não importa o local, importa sim as pessoas. Creio que se o filme fosse português, tinham alguma inspiração neste canto LOLOLOLOLOLOLOL

Estou a ser irónico, creio que o Ser Humano é igual em todo o Mundo. Há para todos os Gostos e Feitios. Foi interessante e dei um 7(sete)

Li algures que o filme que está em exibição "Interior.Leather Bar", iria retratar um filme dos anos 80, com Al Pacino. No fundo, Al Pacino seria um policia que entra no "Mundo Gay" nos EUA à procura de um assassino de Gays. Dizem que tiraram quarenta minutos, naquela altura para não ser considerado um filme Hardcore, foda mesmo...

Creio que seria muito mais interessante ter filmado uma noite no Labirynto(Club Gay em Lisboa). Creio que já fechou. Iriam ver tudo o que aquele filme não conseguiu mostrar.

Um filme com actores heteros a fazerem papel de Gays e muito lento. O gajo que faz de Al Pacino, parece uma virgem que mal sabe se há-de dar um beijo ou não. Pode-se ver um broche/sexo oral de pior qualidade, em comparação com o filme que o João Roque publicou no seu espaço. Se estão à espera de irem ver um bom filme, esqueçam lá isso...

Aluguem ou revejam o filme na "Cama com Madonna", é mais mexido e aprendem muito mais. Podem acreditar em mim...

Dei nota 3 (três)

Com os quatro euros que dei. Se tivesse ido ao "Cinema Cinebolso ou Cinema Paraíso, teria tido outras experiências e quem sabe??!!! Não teria sido melhor?!. lololol

Nem tudo foi mau. Troquei olhares com um rapaz. Chama-se Juan e tem uma bolsa em Portugal. Também já contribui para este peditório no passado. Mas, de facto a companhia foi simpática e fizemos um "Contrato de Companhia (lembrei-me do Mark)". Acabou o filme, acabou o contrato e cada um seguiu o seu caminho...

10 comentários:

João Roque disse...

Francisco, tu ias à espera de ver um filme pornográfico e não o é.
Mas e ao contrário do que tu dizes (é a minha opinião) é um excelente documentário sobre um filme que foi feito em 1980 "A Caça" e ao qual foram cortadas cenas com a duração de 40 minutos; e este filme pretende apenas ser uma imaginação do que teriam sido essas cenas. Como o Al Pacino não é gay, naturalmente que foi contratado um actor não gay para o retratar, resumindo-se o sexo explícito a alguns poucos minutos, mas os realizadores não precisavam de mais nem o desejavam. Toda a envolvência das filmagens do filme no set é notável e é um excelente filme.
Assim como a curta metragem do mesmo realizador que por acaso é o realizador da curta que eu pus no meu blog.

Pérola disse...

'Contrato de companhia', nunca tinha ouvido falar.

É bom ver mesmo maus filmes para se poderem apreciar os muito bons.

Beijos

Arrakis disse...

Esse é um dos filmes que vai saltar para o circuito comercial, talvez o vá ver nessa altura. Tenha alguma curiosidade, porque gostei muito do 'Cruising' e conheço a história toda sobre essa polémica.

Abraço amigo Francisco e boa 6ª fira. Estamos quase no fds :)

Francisco disse...

João Roque,

Nada disso. Para ver filmes gays, por norma gosto deste site :)

http://www.soloboys.tv/

Agora para ver um hetero a passar por gay, basta-me ligar a Sic e ver "Sol de Inverno". Vejo um Casal de Gays, logo dois para matar a questão...

A meu ver, o filme é mau. Porque se é para entrevistar um hetero a fazer papel de Gay. Poderiam ter falado com o próprio Al Pacino. lololololol

Mas, lá diz o ditado "Gostos e Sabores não se discutem", e a minha opinião, é uma mera opinião que não conta para Estatística

Abraço amigo

Francisco disse...

Pérola,

Lembrei-me que em Sociologia. Duas pessoas numa paragem de autocarro pode ser considerado um grupo. Logo, depois do post do meu amigo Mark. Inventei este conceito de "Contrato de Companhia". Não faço a mínima ideia se existe ou não lololol

Eu vejo sempre um filme até ao fim, é como ler um livro. No final, partilho a minha opinião :)

Mas, é uma opinião que não tem qualquer valor, porque não sou nenhum expert na matéria. É uma simples opinião, de quem viu um filme

Beijinhos

Francisco disse...

Arrakis,

O filme vai sair para o Circuito Comercial? Estás a falar a sério?!

OMG

Abraço amigo Arrakis e já estamos com um pé no fim de semana

Margarida disse...

sim, Francisco, vai, no nimas e no monumental, salvo erro, mais cinema, menos cinema. são os da medeia que sei. eu irei ver, espero, já nem faço planos, porque agora a prioridade é o meu gato lindo. gosto muito do james franco, cresceu imenso desde que fez o homem-aranha. é muito versátil. é um excelente actor. afirmou que não é gay, não teria problema nenhum se fosse, mas no seu instagram brincou com os fotógrafos, passeando de mãos dadas com um homem e beijando-o, querem, tomem! :p
bom fim-de-semana.
bjs.

Francisco disse...

Margarida,

Isso é que é de ser actor/Actriz

Acatar qualquer projecto/Personagem

:D

Beijinhos

Mark disse...

Ahahah, ainda bem que arranjaste uma companhia. :)

Quanto a esse 'contrato', apenas existirá no social. Não há contratos de companhia. :) Fazer-se ou não companhia a alguém é um dever, se muito, da ordem social e nem tem aquilo a que se chama de dignidade jurídica, ou seja, não é tutelado. :)

abraço. :D

Francisco disse...

Mark,

O quanto é bom saber disso. Olha lá se depois houvesse divórcio???!!!

ahahahahahahahahahahahha

Ainda bem que não é tutelado

ufaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa

LOLOLOLOL

Abraço :D