04 setembro 2013

Eleições - Tony Carreira "Ai Destino"


Sei que as eleições estão aí à porta. Este país está mesmo entregue à bicharada. Para além desta notícia(desculpa João Roque, sei que nutres simpatia por este senhor), tudo o que envolve as eleições em Lisboa e arredores. Meu Santo Pai!!!!!!!!!
Será que a Assembleia da República, não tem mais nada importante, do que dar ouvidos a duas Senhoras Gajas do Bloco Esquerda, que querem proibir os Piropos...

Meu Santo Cristo!!! Andamos a pagar Impostos para estas merdas?! Com Tanta merda, tenho vontade de dizer: "Deixem lá os Funcionários Públicos" e Comecem a despedir gente que está na Assembleia da República, que pensam e dizem merda. Pensar, é um Direito que nos Assiste a Todos. Agora dizer, parvoíces, quando andamos todos a pagar uma crise que foi causada por Pessoas que estão no Poder...

Eu sei que nós falamos daquilo que temos o coração cheio. Por isso, é que estou sozinho, porque ninguém ma atura... LOLOLOLOLOL

Mas, confesso que também não me apetece ter uma "Economia Comum..."

Por isso, irei seguir os passos do Papa Francisco, que diz: "Se rezarmos, seremos perdoados dos nossos pecados..."
É nestas alturas, que gostaria que houvesse ET´S, Ovnis, algo que para além de enviarem Amor, pudessem enviar Inteligência e Sentido de Justiça para algumas pessoas. Dizem que Pensar, não custa...
Que país é este, onde os Incendiários colocam fotos no Facebook e nada acontece?!

Já dizia a minha avó: "Uma boa palmada, nunca matou ninguém..."

Eu sei que poderia escrever um post, para cada um destes temas. Fica apenas um pequeno apontamento de um mero desabafo/pensamento de alguém que por vezes tem pena, que não exista Pena de Morte em Portugal. Sei que não acaba com os criminosos, mas ajudava a limpar algum mato...

12 comentários:

Anónimo disse...

Bom dia!
As "senhoras gajas" do bloco de esquerda não discutiram nada na Assembleia da República, porque este assunto nunca chegou à Assembleia da República até porque ela está fechada – os senhores deputados não podem trabalhar no pico do verão que faz muito calor.
As "senhoras gajas" não querem proibir nada, discutiram num grupo de mulheres, na Universidade de Verão do Bloco de Esquerda o "assédio verbal", onde se abordou, entre várias outras coisas, as ramificações da sua hipotética proibição.
Sendo filho uma “senhora gaja”, irmão de outra, tio de uma e amigo de muitas outras, nunca achei grande piada ao piropo. O piropo de rua a mulher desconhecida é coisa de alarves, é ofensivo. Mas a reação que muitos tiveram a uma simples discussão sobre o assunto (ao ponto de inventar propostas de lei onde elas não existem) é bastante reveladora. Revela que Portugal continua a ser uma coutada do macho ibérico.
Houve uma amiga que escreveu e eu subscrevo “Tenho para mim a certeza de que o preconceito, a misoginia, a homofobia e o racismo começam na linguagem, que é nas palavras que ganham a primeira forma. Sou contra o piropo. Sou contra a ideia de incutirem nas mulheres os 'ouvidos moucos'. Principalmente quando sabemos que ainda vivemos num estado social e judicial totalmente tendencioso, que coloca na mulher a responsabilidade do controlo do macho. Agora, sejamos inteligentes. São merdas destas que atrasam as mudanças de mentalidade e que fazem de assuntos importantes - como acho que este é - motivo de chacota. Se não sabem como, calem-se como se deviam calar todos os homens quando passa uma mulher por eles na rua.”
Abraços
Nuno

Pérola disse...

Essa cabeça fervilha com tanto assunto.

Não é preciso o Papa francisco dizer...Jesus veio dizê-lo há mais de 2.000 anos, mas mataram-no.

Aproveita e desfruta da tua companhia.
Já dizia a minha vó: mais vale só que mal acompanhado.

Beijos

Arrakis disse...

Essa cena do BE com os piropos, é mesmo de quem não tem mais nada de importante para fazer. Não há pachorra!

Pena de morte não diria, mas que os punha todos a limpara as florestas de manhã à noite punha, isso te garanto!

Abraço amigo Francisco e boa 4ª feira!

Francisco disse...

Nuno!

Em primeiro lugar, obrigado por teres visitado e teres dado ao trabalho de escrever tanto...

Sou gajo, e já tive a sorte ou não de ouvir/levar piropos...

Uns mais giros, outros menos próprios quando acompanhados de um toque...

Não morri por isso. Mas, tenho te a dizer que todas as pessoas interiormente gostam de ouvir um piropo. É um elogio de um desconhecido que não é "obrigado a..."

Tanto pano para mangas, é apenas a minha opinião.

Abraço e volta sempre

Francisco disse...

Pérola,

Obrigado pelas dicas :)

Beijinhos Grandes

Francisco disse...

Arrakis,

Irei votar em ti nas próximas eleições, precisamos de gajos com atitude e com "eles" no sítio :)

Abraço amigo Arrakis, e já chegámos a meio da semana. Boa quarta feira :)

Margarida disse...

não, Francisco, estás enganado. nem toda a gente interiormente gosta de ouvir um piropo, tipo 'ah, filha, comia-te toda!" eu detesto.
convido-te a ler: http://infernocheio.blogspot.nl/2013/09/desconversar-sobre-piropos.html

bjs.

Rúben disse...

Eu cá não me importava de ouvir um piropo de quando em vez!

Esta gente realmente não tem nada para fazer!

Eu acho é que essas senhoras nunca ouviram o piropo dirigido as mesmas... e como se costuma dizer... é tudo inveja!

Abraço

Francisco disse...

Margarida,

Retiro que todos nós gostamos de ouvir piropos... :D

Pena! Eu não ouvir um desses de um Gajo Podre de Bom a afirmar:

"Filho, comia-te todo..."

Perspectiva da coisa :)

Obrigado pela sugestão :)

Bjs

Francisco disse...

Rúben,

ejehehehehhehehe

O que eu me ri com o teu comentário

Caso para dizer: Inbejosasssssssss

lolololololol

Abraço

João Roque disse...

Parangonas do CM, serviriam quando muito para limpar o cu, mas não quero sujar uma parte do corpo com tanta "porcaria".
Num país decente este jornal já não existia há muito.
É pena é que continuem a dar-lhe destaque como tu aqui estás a fazer.

Francisco disse...

João Roque,

Correio da Manhã e Revista Maria são os mais lidos em Portugal

Abraços