01 fevereiro 2017

Não gasto lá nem um cêntimo - Damian Marley Eve Stephen Marley "No, No, No"

Sem palavras quanto ao sócio queque

4 comentários:

N a m o r a d o disse...

A mim também não me apanham mais por lá. Além disso a comida não é nada de outro mundo.

Francisco disse...

Namorado,

Bom concordamos em algo, Aleluia

Magg disse...

Bom ainda não vi o contexto da entrevista mas, na realidade também nunca fui cliente assídua da mesma.

O trabalho volta a ter outra (r)evolução.

Os salários, os horários semanais e as condições de trabalho estão continuamente sob pressão.
Falta-nos alguém com visão socio- económica que consiga equilibrar as relações laborais.
O problema é que o "socio" não dá saída de emprego logo ...

p.s. Francisco enviei-te um e-mail, recebeste ? Provavelmente o meu mail deu erro...

Francisco disse...

Magg

O senhor pediu para o Governo não aumentar o Ordenado mínimo e pediu para liberalizar os despedimentos...

26 milhões de lucro à conta de mão escrava...

Sim, li e respondi ao teu email e em princípio sim ;)

Bjs