11 setembro 2016

Fim de semana - Romana "Não és homem p'ra mim"

Depois de umas trocas de mensagens. O moço meu vizinho aceita ir jantar com o seu amigo jeitoso (o das tiras de papel). O Jeitoso tinha dito que queria ir a um restaurante comer pasta (massa). O moço lembrou-se de uma pizzaria gira ali na Rua de Santa Marta, ou Rua São José. Nunca sabe ao certo o nome daquela rua que é paralela à avenida da Liberdade em Lisboa.
Entram-se, sentam-se e depressa descobre que só há pizzas e saladas. O jeitoso fica furioso, levanta-se e sai. Cá fora, fala um pouco mais alto:

- Foda-se nem para homem serves. Alguma vez na minha vida, alguém me sugeriu um restaurante, onde não tivesse a comida que eu quero!!!

Moço: - Há sempre uma primeira vez para tudo, e podemos ir ali ao centro comercial do Tivoli, há lá várias coisas...

Jeitoso: - Estás a gozar não estás?! Achas que eu sou gajo para ir comer a um centro comercial?!

Pararam no Café Garrett no Teatro D. Maria II, depois foram ver a peça "O Pato Selvagem..." Era o fim de semana de actividades no D. Maria II.
Não se tocaram, o jeitoso estava de birra ainda...

Acordaram cedo, entregaram-se aos prazeres da carne...
Saíram para fazer a rota dos Elevadores em Lisboa. Começaram pelo Elevador do Lavra, depois elevador da Glória, Elevador da Bica e Elevador de Santa Justa... Tanto que subiram e desceram

Foram ver o pôr do Sol ao Magoito e terminaram a noite a ver o espectáculo de luzes em Cascais "Lumina"

A coisa começou a azedar antes de se decidirem onde iriam jantar...

Qualquer coisa servia para o moço, mas o Jeitoso saiu-se logo com esta que mata qualquer um:
- Eu decido, porque não és homem em quem eu possa confiar. Deves ter a mania que és um cabrito montanhês, mas não passas de uma cabra mansa. Todos fazem o que eu quero, tu não serás diferente...

O jantar centrou-se na história do outro, afinal ele é que o "sangue real XPTO" e que vai a jantares e vernisages...
Fizeram o circuito a começar pela estação de comboios de Cascais, desceram pela peodenal até à praia (baia), pararam em frente à CMCascais, subiram até ao forte de cascais, entraram onde é a Pousada de Cascais, desceram pelas traseiras, dando à marina... Voltaram a subir, nada era simpático, para parar conversar ou beber algo...

No final o jeitoso, ainda diz isto: -Tanta coisa pra isto?!

Moço: - Bom! Já podemos dizer que gostamos ou não, uma vez que já cá estivemos...

Jeitoso: - Foda-se tu não concordas comigo em nada, mas eu domino-te nem que seja à base de porrada...

Moço: - E, onde está o homem para isso?! Tu?!

Jeitoso: - Duvidas?! E levanta a mão...

Moço: Atreve-te e sai-te o euromilhões e as aproximações todas... Deves gostar de comida de hospital... Gosto é que me batam à punheta, aí podes bater à vontade...

Jeitoso: - Tu pára, que me estás a fazer rir... Um gajo a fazer-me frente?!

Os primeiros raios solares entram pela janela. O jeitoso olha para o moço e diz:
- Toca a acordar! Tenho que me despachar, vou ter um almoço de família. Não te vou levar a casa, apanha um táxi, o metro ou vai a pé. Tens 5 minutos para te vestir e pôr a andar and take your money....

o Rapaz recebe uma mensagem: "Cabrão, temos que falar. Estás a dar-me a volta à cabeça, mas não parece que sejas homem para mim...
Olhou para a mensagem com ar de desdém e fez "delete"

"To be continued..."

4 comentários:

Magg disse...

Bom as personagens tiveram mais sorte que eu.
Quando cheguei o "pato" já estava esgotado e por acaso decidimos também ir ao Lumina de comboio ... e concordo ... comparado com os anos anteriores este esteve mais fraquinho , mas nada como ir à descoberta.

Valeu pela companhia :) .

Já não me lembro onde li mas alguém escreveu " os melhores lugares são algumas pessoas"

edit: ( ahh, foi o SF ).

Francisco disse...

Magg

Existem personagens com muita sorte ou com bons conhecimentos


:)

Goodblog Badblog disse...

Agora escreves contos (ou é real?)
De qq forma, fiquei siderado na história. Quero ler a continuação.

Francisco disse...

GBBB

Saberás no último post, mas prepara-te por isto vai ser tipo o Dallas nos anos oitenta lololololol