20 maio 2018

"Once upon a time..." - Episódio 575

Sebastião: 9ª semana consecutiva de aumento e não aparece nada na Comunicação Social

Miguel: - Se fosse no tempo do PSD... Não se falaria em outra coisa neste país.... O Francisco é que tinha razão...

Bruno: - Ele também não sabe falar de outra coisa...

Miguel: - Ele é irónico, ele não tem carro... Está-se bem a cagar, se o combustíveis custam zero ou vinte euros ;)

Sebastião: - A Esquerda já fez mudar as notícias para que o assunto Socas seja esquecido lololololol
Miguel: - Verdade!!! É a nossa mentalidade, tudo o que é pouco ou mesmo grátis... Não interessa nada....
Sebastião: - Ontem os Negros estiveram no casamento do príncipe Harry... Quantos deles deram ou ajudam projectos em África?! São a nata dos Negros... Onde está o Orgulho Negro que eles tanto proclamam?!
Sebastião: - Cada dia que passa, são mais uns pontitos para o Francisco...
Miguel: - Ele está-se bem a cagar para o que acontece no mundo... Não tem descendência, e mais três décadas estará a fazer tijolo... lololololol Ele apenas pensa de forma diferente de muita gente... Tenta deixar o mundo um pouco melhor que o encontrou e acredita na Lei do Retorno...
Miguel: - Se as pessoas tivessem a noção de quantos gajos querem agora alguma coisa com o Francisco?! Dava um case-study... Anos depois, voltam sempre e muitos com pena de não terem apostado naquela altura.... Como dizem as nossas avós: - "Águas passadas, não movem moinhos..."

4 comentários:

João Fadário-Belfort disse...

Eu também não conduzo e poucas são as vezes em que ando de carro. Geralmente ando a pé ou de metro. :)

Embora concorde com o que pensa o Francisco da novela, eu acho que o preço da gasolina acaba por afectar tudo o resto, logo, mesmo nós acabamos afectados - penso que aumenta o preço da luz, das compras no supermercado, etc.

Uma das razões para o preço ter aumentado é as questões do valor de petróleo no mercado, que tem estado sempre a subir, de algum tempo para cá. Parece que a Venezuela forneceu menos petróleo ultimamente e também a questão do Irão, um dos principais fornecedores de petróleo, que decidiu retaliar contra os EUA, acabaram por influenciar na produção e exportação da materia-prima, o que levou ao aumento do mesmo.

Ainda assim, como em Portugal se paga mais de metade do preço só para impostos, o problema nunca tem solução. Mesmo que o petróleo baixasse para uns 40 dólares, devíamos pagar talvez menos uns 10/15 cêntimos por litro. Já é dinheiro, sim, mas ainda assim, continuaríamos a pagar um valor alto pelo combustível. O governo teria de arranjar maneira de ganhar dinheiro de outra forma, para compensar as "perdas" no dinheiro. Claro que podiam cortar nos benefícios deles, o que não compensando totalmente os prejuízos, já ajudaria consideravelmente. ;)

Francisco disse...

João FB

Concordo com tudo o que escreveste...

Expliquem-me que um país onde se ganha 600 euros consegue ter o combustível mais caro que a Suiça, Suécia, Dinamarca ou se ganha quase dez vezes mais :)

Estamos a falar que o mercado só fornece o preço mais caro para nós? Ou será que os nossos políticos são uns ladrões e o povo deixa?!

Ahhhhhhhhh

João Fadário-Belfort disse...

Concordo com isso, creio que os nossos políticos é que carregam nos impostos que cobram e depois o povo é que se lixa. Mas quanto a isso, não se vai lá com greves. O povo tinha de fazer as coisas doutra maneira. E já que mesmo quando se vota - ou não - as coisas também não se resolvem, há que resolver as coisas de formas mais radicais. :)

Francisco disse...

João FB

Creio que mataram um rei por muito menos lololololololol

Depois mudaram a Avenida D. Amélia para Almirante Reis lolololololololol

Venha lá o Estado islâmico ou os chineses para começarem a matar os políticos corruptos lololololol Portugal deixa de ter política ;)