22 julho 2017

Quase 24 anos depois - Wishing You Were Somehow Here Again

Numa das avenidas de Lisboa e num dos cruzamentos da vida, o moço cruza-se com um rapaz que lhe desperta algum do sinal de reconhecimento.
Cruzaram-se, trocaram olhares, e viraram-se para trás... Ambos sabiam as regras do jogo de 1993.
Outrora aquele rapaz tinha sido tudo para o moço e agora é apenas um gajo que passa, troca olhares e seguem a sua vida... Um pequeno alento na vida de cada um...
Ambos sorriem, reconhecem-se e cumprimentam-se... Trocam breves palavras circunstanciais
Afinal o outro não reconhece o moço, apenas que a cara do moço não lhe é estranha... Circunstancias da vida em Lisboa, não mais do que isso...
O outro dá o contacto ao moço, na esperança de uma queca futura...
Despedem-se com um novo aperto de mão.
Ao virar da esquina, o moço não sabe se aquele numero está certo ou errado... Porque apenas o apagou da lista de contacto do seu telemóvel...

"Passado é em museus" e "Quem lhe comeu a carne, que lhe roa os ossos..."

4 comentários:

Logan disse...

Se fores como eu, tens péssima memória fotográfica, primeiro que me lembre da cara de alguém, é um projecto...

Francisco disse...

Logan

ahahahahhahahahahahahahah

João Fadário-Belfort disse...

Uma verdadeira vírgula do destino, à qual já colocaste um ponto final. ;)

Francisco disse...

João FB

Na vida há sempre um ponto final a ser colocado ;)

Abreijos