28 agosto 2016

Burkini - Passem às vossas amigas Gajas e Bichas

Quando eu escrevo, as Gajas, feministas, velhas e bichas atacam este canto...

Agora um texto escrito por um Gajo que defende mais as gajas que elas próprias lolololol
Fica aqui o original em francês

Burkin: o mundo do avesso

O debate sobre o burkini é decididamente surrealista. Leia-se Agnès Gruda, de La Presse.
«O burkini não aprisiona as muçulmanas, liberta-as», escreveu ela há uns dias.
Porquê?
Porque se o burkini não existisse, as mulheres muçulmanas não podiam ir à praia nem à piscina.
Portanto, viva o burkini!
UMA LÓGICA RETORCIDA
É como se eu felicitasse os americanos racistas dos anos 1960 por terem criado «lugares para Negros» nos bancos de trás dos autocarros.
«Uau, é bué cool permitir aos negros viajarem nos bancos de trás dos autocarros. Assim, permite-se-lhes que passeiem, vão trabalhar, em vez de ficarem em casa... Afinal, a segregação nos autocarros não aprisiona os negros, pelo contrário: liberta-os!»
Pum!
Imaginam as reacções se uma jornalista ousasse escrever este género de coisas a propósito da lei que proibia os negros de se sentarem nos lugares da frente dos autocarros?
Seria apelidada de imbecil e racista! Mas no caso do burkini não há qualquer problema em defender este tipo de afirmações!
O burkini, uma indumentária libertadora...
Mas através de que lógica retorcida se pode chegar a uma conclusão tão absurda?
Religiões ultra misóginas obrigam as mulheres a cobrir-se da cabeça aos pés porque o seu corpo é uma sujeira e achamos isso libertador?
O Ocidente perdeu realmente a cabeça!
Daqui a pouco, se isto continua, vamos felicitar os islamistas que chicoteiam as vítimas porque é menos mau do que cortar-lhes a cabeça.
«Uau, o chicote, que progresso! Pelo menos, podemos dizer que é mais humano do que a decapitação, não? O Estado Islâmico vai decididamente no bom caminho.»
UMA AFRONTA ÀS VERDADEIRAS FEMINISTAS
Chegámos a isto.
Em vez de cortar pela raiz uma ideologia retrógrada que asfixia as mulheres, a esquerda-alegre e o movimento feminista gabam as virtudes do véu e do burkini!
Felizmente que Simone de Beauvoir não está viva, este debate matava-a!
Nunca os militantes da esquerda-alegre e as feministas fariam este tipo de afirmações se fossem os extremistas católicos a obrigar as mulheres a cobrir-se para ir ao banho.
Antes desceriam à rua e condenariam a misoginia do papa.
Mas porque se trata de uma religião «exótica» e «oriental» que força metade da humanidade a usar um burkini na praia, acha-se isso cool e «libertador».
Houve um tempo em que o movimento feminista defendia as mulheres. Actualmente, o movimento feminista defende uma ideologia.
Não é de todo a mesma coisa.
VIVA A PROIBIÇÃO DE CONDUZIR!
O ódio ao Ocidente está a cegar a esquerda.
As feministas deviam condenar a uma só voz a misoginia islamista. Em vez disso, gastam o tempo e energia a justificar o injustificável, a pretexto de que a misoginia oriental (que é «cultural») é mais aceitável do que a misoginia ocidental (que, essa, é política).
Hoje em dia dizemos que o burkini liberta.
Que diremos amanha?
Que a proibição de conduzir das sauditas as protege dos acidentes?

8 comentários:

Anónimo disse...

Inteligência pura nesse texto. Fez-me pensar e clareou minhas ideias a respeito do assunto.

Francisco disse...

Anónimo

A partilha da Bloguesfera é isto mesmo. Ajudar a clarear ideias :)

Goodblog Badblog disse...

A mulher quer usar Burkini... é uma estupidez e ao mesmo tempo, um direito que lhe assiste...

Francisco disse...

GBBB

Nop, ela tem 52 países à sua escolha. As nossas avós e mães lutaram para que as filhas e netas, não andassem tapadas como elas...

Porque matam cristãos no Médio Oriente?!

Não é igual, amigo Sorry

O problema está mesmo em nós, que permitimos tudo e mais um par de botas...

Um dia o preço a pagar será caro e os teus sobrinhos/as netos irão te chamar de "Banana" Sorry my frind

Grande abraço

João Fadário disse...

As pessoas, quando mudam de país, devem adaptar-se às regras, leis e costumes do novo país e não o contrário. Se fossem para a América, a ver se as deixavam andar assim...

No Limite do Oceano disse...

Um burkini fica sempre bem (or not) lol.

Francisco disse...

João Fadário

As Minorias em Portugal não descontam para nada para este país, não desenvolvem nada para este país. Apenas se servem dos Subsídios para nada fazer e depois colocar bombas a quem vai trabalhar para os sustentar...

Francisco disse...

No Limite do Oceano

O CruzKini é muito mais interessante para os heteros e lésbicas lolololol